Orquestra Juvenil

Orquestra Juvenil

Institucional >> Conjunto Estáveis

Em funcionamento desde 1995...

A Orquestra Juvenil da UFRJ foi criada pelo maestro André…

More...
Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Institucional >> Conjunto Estáveis

Criada em 1924 é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
Selo Fonográfico UFRJ/Música

Selo Fonográfico UFRJ/Música

Institucional >> Publicações

Conheça a produção fonográfica da Escola de Música

A produção fonográfica da Escola de Música remonta à época do LP quando a Orquestra Sinfônica gravou a Abertura em…

More...
Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Notícias >> Arquivo

Lançamento dia 13 de dezembro da experiência piloto...

Foto: Marco Fernandes/CoordCOM…

More...
Coral Infantil da UFRJ

Coral Infantil da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1989, celeiro de grandes talentos...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Outras notícias... Ópera infantil João e Maria estreia em outubro
Ópera infantil João e Maria estreia em outubro PDF Imprimir E-mail
Escrito por Meri Toledo Fraga   
Seg, 26 de Setembro de 2016 00:00

Com entrada franca, como são todos os eventos da Escola de Música da UFRJ, às 16h dos dias 12, 15 e 16 e às 14h30, dos dias 13 e 14 de outubro de 2016, no Salão Leopoldo Miguez, serão realizadas as récitas da Ópera João e Maria, de Engelbert Humperdinck.

 

  Cartaz
  cartaz_opera_600.jpg
  joaoemariaensaio-012x600px
  Cobertura fotográfica do evento na galeria de imagens.

A realização das récitas é fruto da união de dois projetos da Escola de Música, Ópera na UFRJ e A Escola Vai à Ópera que acumularam sucesso absoluto em suas respectivas edições e que têm gravado na memória do pano de fundo que os congrega, dois princípios.

Um se revela na determinação de possibilitar às crianças de pouco ou nenhum acesso à linguagem operística e, de modo geral, à música de concerto, o ingresso nos espetáculos deste gênero musical. Determinação que fez com que, em 2008, fosse implementado o Projeto A Escola Vai à Ópera, pela Diretora da Escola de Música da UFRJ, Diretora Geral e Regente do Coral Infantil da UFRJ nesta montagem, Maria José Chevitarese.

O outro princípio é, certamente, o caráter interdisciplinar das ciências humanas e das artes, que há 21 anos é utilizado como bússola no Projeto Ópera Na UFRJ, para que pudessem ser encenadas as óperas, e, para que os discentes da Escola de Música, Escola de Belas Artes e Escola de Comunicação da UFRJ possam, na prática, desenvolver a aperfeiçoar a criação e performances artísticas pertinentes às suas formações acadêmicas.

É também com a integração de competências dos servidores docentes e técnicos, das citadas Unidades de Ensino da UFRJ, que baseada no conto homônimo dos irmãos Grimm, com música do compositor Engelbert Humperdinck, libreto de Adelheid Wette e versão para a língua portuguesa de Alexandre Delgado, a Ópera João e Maria, será encenada.

Como anteriormente mencionado, a Direção Geral é de Maria José Chevitarese, a Direção Cênica está sob a responsabilidade de Alessandra Vannucci, da Escola de Comunicação que tem como assistentes, Antonio Ventura e Daniel Salgado da Luz. A Direção Musical cabe a Andrea Adour, da Escola de Música e seu assistente Carlos Völker-Fecher. A Direção Artística da Orquestra Sinfônica da UFRJ é do maestro Ernani Aguiar que é também o seu regente junto a Vilane Trindade, nas récitas da ópera.

A Coordenação de Figurinos é de Desirée Bastos, da Escola de Belas Artes. O autor do espetáculo de iluminação é José Geraldo, da Escola de Educação Física, e a montagem e operação de luz estará a cargo de José Henrique Moreira , da Escola de Comunicação.

Todo o trabalho na montagem tem sido desenvolvido com dois elencos, a saber: João: Jacqueline Rezende e Mariana Gomes; Maria: CrislaineHildebrant e Monalisa Lima; o pai: Marcelo Coelho; a mãe e a bruxa serão desempenhadas por Beatriz Simões e Tatiana Nogueira. A interpretação da personagem Fada do Orvalho é de Juliana Sampaio e a da Fada do Sono, é de Luísa Lima.

Da montagem desta ópera podem ser retiradas, entre outras, duas leituras. A que passa pelos caminhos da psicanálise e é apresentada pela Diretora Cênica, Alessandra Vannucci, aponta que nesta versão musicada do conto dos irmãos Grimm, a Ópera João e Maria ignora a atual pedagogia bondosa "do politicamente correto" que, em síntese, afasta a criança de qualquer possibilidade de enfrentar o perigo do mundo "fora de casa".

Nesta linha de raciocínio, isto é, no abandono dessa pedagogia bondosa, a lição que a Ópera João e Maria traz é o fato de ser necessário à criança enfrentar o "mundo lá fora com seus monstros", para que possa crescer.

Uma outra leitura que pode ser feita desta ópera, toma por fundamento o fato dos contos populares, tal como o de João e Maria, terem sido recolhidos do contexto histórico dos camponeses franceses que viveram entre os séculos XVII e XVIII.Documento histórico de tal período, a ópera narra a luta constante pela sobrevivência que significava e também nos dias atuais significa manter-se acima da linha que separa os pobres dos indigentes e, consequentemente, da fome absoluta.

De uma ou outra leitura, para além da determinação de proporcionar às crianças o acesso ao espetáculo operístico, ao se unir com o Projeto Ópera na Universidade, para que a Ópera João e Maria pudesse ser encenada, o Projeto A Escola Vai à Ópera irá, seguramente, fazer brotar nas crianças que a assistirem, a certeza de que, existem circunstâncias que é preciso lutar para conquistar tudo que lhes possa fazer felizes, do mesmo modo que João e Maria fizeram.

 

 

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qua, 28 de Setembro de 2016 16:59
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO