170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

Concertos UFRJ: universo infantil

0
0
0
s2sdefault

Outubro é o tradicional mês das crianças e, aproveitando a ocasião, Concertos UFRJ dedicam uma edição a obras que exploraram o universo infantil. No programa peças de Bizet, Villa-Lobos e Ravel. Resultado de um convênio da UFRJ com a Roquette Pinto, a série vai ao ar toda segunda-feira, às 22h, na sintonia 94.1 FM, sob o comando de André Cardoso, docente da Escola de Música (EM) e regente titular da Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ).

 

podcast

Ouça aqui o programa: 

Toda segunda-feira, às 22h, tem "Concertos UFRJ" na Roquette Pinto FM. Sintonize 94,1 ou acompanhe pela internet!

Programas anteriores podem ser encontrados na seção Concertos UFRJ.

 

George Bizet é mais celebrado por sua Carmen, uma das mais encenadas óperas do repertório mundial. No entanto, foi autor também de uma das primeiras peças inspiradas na temática infantil que se tem notícia na França - uma série de 12 miniaturas para piano a quatro mãos, escrita em 1871, que intitulou Jeux d'enfants (Jogos Infantis), das quais orquestrou cinco delas dois anos mais tarde. Os números desta suíte, que alcançou grande popularidade, são Marche; Berceuse; Impromptu (Improviso), que corresponde à miniatura La toupie; Duo, originalmente Petit mari, petite femme; e Galop (Galope), de Le Bal. Na versão veiculada o maestro japonês Seiji Ozawa rege a Orquestra Nacional da França.

 

No Brasil, não se pode deixar de mencionar Heitor Villa-Lobos, autor de várias obras inspiradas no imaginário popular e infantil, como o caso de suas deliciosas Cirandas e Cirandinhas para piano. O programa, porém, pinça uma preciosidade, o ballet Caixinha de Boas Festas, escrito em 1932, quando o compositor retornava de sua primeira viagem à Europa, e dedicado ao maestro Walter Burle Marx, irmão do famoso paisagista. Única gravação disponível, Juan José Castro conduz a Orquestra Sinfônica de Roma.

 

De volta à França, mas agora a Maurice Ravel. Como no caso de Bizet, sua suíte Ma mère l'oye (Mamãe Gansa), inspirada em contos de fada escritos por Charles Perrault, Madame Leprince de Beaumont e Madame d'Aulnoy, foi retrabalhada diversas vezes pelo próprio autor. Baseada numa arquetípica personagem da literatura infantil francesa que arrebata as crianças com suas estórias incríveis, ela possui três versões principais: a primeira, origem da obra, foi escrita entre 1908 e 1910 para piano a quatro mãos; a segunda, de 1911, uma peça sinfônica; e a última, mais elaborada, um ballet coreografado por Jeanne Hugard em 1912 para o Théâtre des Arts, de Jacques Rouché. É esta, na interpretação da Sinfônica de Londres, com regência de Claudio Abadado, que o programa levou ao ar.

 

As edições do programa Concertos UFRJ podem ser acompanhadas on line ou por meio do podcast, audio sob demanda, da rádio Roquette Pinto. Contatos através do endereço eletrônico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais