170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

Concertos UFRJ: Música de Câmara

0
0
0
s2sdefault

 

podcast

Ouça aqui o programa: 

Toda segunda-feira, às 22h, tem "Concertos UFRJ" na Roquette Pinto FM. Sintonize 94,1 ou acompanhe pela internet!

Programas anteriores podem ser encontrados na seção Concertos UFRJ.

A edição de Concertos UFRJ do dia 18 de julho aborda mais uma vez a música de câmara, um dos gêneros mais complexos e que exige dos instrumentistas, ao mesmo tempo, uma sensibilidade refinada e um domínio técnico apurado. No programa, obras de Beethoven e Gabriel Fauré. Parceria da Escola de Música (EM) com a rádio Roquette Pinto, a série conta com a produção e apresentação de André Cardoso, docente da EM, e vai ao ar toda segunda-feira, às 22h, pela emissora, na sintonia 94,1 FM.

 

Forma adequada a pequenos espaços, a produção de câmara possibilitou durante séculos uma maneira de amigos e parentes, reunidos em pequenos conjuntos, fazerem e ouvirem música no aconchego do lar. Não raro, as residências das famílias relativamente abastadas dedicavam um cômodo da casa à música no qual, quase sempre, sobressaia um piano, base para boa parte desse repertório. Embora a vida contemporânea tenha solapado os fundamentos sociais desta forma de escuta e de prática musical, grande parte da produção de câmara, em especial a do final do séc. XVII e a do séc. XIX, guarda certo matiz característico.

 

É o caso do trio em Sol maior para violino, viola e violoncelo, Op. 9, no 1, de Ludwig van Beethoven (1770-1827), uma de primeiras incursões do compositor alemão no gênero. Composto entre 1796 e 1798, tem quatro movimentos: Adagio-allegro con brio; Adagio ma non tanto; Scherzo, alegro; e Presto. A gravação veiculada foi a do Trio de Zurique, formado por Boris Livschitz, violino; Zvi Livschitz, viola; e Mikael Hakhnazarian, cello.

 

O conhecido quarteto no 1, em Dó menor, para piano e trio de cordas, Op. 15, de Gabriel Fauré (1845-1924), foi a segunda peça do programa.  Escrito em 1876–79 e revisado em 1883, apresenta quatro movimentos - Allegro molto moderato; Scherzo, Allegro vivo; Adagio; e Allegro molto. A interpretação, de Emanuel Ax, piano, Isaac Stern, violino, Yo-Yo Ma, cello, e Jaime Laredo, viola.

As edições do programa Concertos UFRJ podem ser acompanhadas on line ou por meio do podcast (áudio sob demanda) da Roquette Pinto (FM 94,1). Contatos através do endereço eletrônico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais