170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

Concertos UFRJ: Heitor Alimonda

0
0
0
s2sdefault
podcast

Ouça aqui o programa: 

Toda segunda-feira, às 22h, tem "Concertos UFRJ" na Roquette Pinto FM. Sintonize 94,1 ou acompanhe pela internet!

Programas anteriores podem ser encontrados na seção Concertos UFRJ.

Heitor Alimonda, um dos grandes pianistas brasileiros de sua geração, é a atração desta semana dos Concertos UFRJ. Resultado de uma parceria da Escola de Música com a rádio Roquette Pinto, o programa vai ao ar toda segunda-feira, às 22h, pela emissora, na sintonia 94,1 FM.

 

Heitor Alimonda nasceu em Araraquara, no interior de São Paulo, em 1922, e estudou no Conservatório Dramático e Musical, na capital daquele estado, concluindo o curso em 1941. Foi também aluno de Magda Tagliaferro e Tomás Terán, no Brasil, de Olga Samarof, no Conservatório de Filadélfia, de Bruno Seidloffer, em Viena, e de Denise Lassimone, na Royal Academy of Music em Londres.

 

Alimonda se destacou no início da carreira como intérprete do grande repertório romântico para piano e de compositores brasileiros. Mais tarde fez sucesso como camerista, seja em duo com suas irmãs Lydia e Alteia Alymonda, seja acompanhando diversos cantores. Foi fundador do "Ars Barroca", no qual atuou como cravista, e do "Sexteto do Rio", vencedor do Concurso Internacional Villa-Lobos de 1972.

 

Compês obras para piano solo, e para diversas formações de câmara, além de algumas peças para orquestra. No terreno didático o seu livro "O ensino do Piano", em 10 cadernos, se tornou um marco do ensino musical no país.

 

O programa apresenta uma seleção de memoráveis interpretações de Alimonda: "Reverie" de Claude Debussy; acompanhando ao piano o tenor José Hue em quatro das Canções de Amor (Acalanto da Rosa, Amor em Lágrimas, Balada da Flor da Terra e Ouve o Silêncio) de Cláudio Santoro sobre texto de Vinícius de Moraes; com o clarinetista Jose Botelho e o fagotista Noel Devos, a Fantasia Concertante para clarineta, fagote e piano, na final do Concurso Villa-Lobos de 1972. Por fim, os três primeiros de uma série de 12 Prelúdios para piano compostos por Cláudio Santoro entre 1957 e 1963; e como solista da Orquestra Sinfônica do Paraná, sob regência do maestro Roberto Duarte, executando as Valsas Humorísticas de Alberto Nepomuceno.

 

Heitor Alimonda tornou-se, em 1975, Cidadão Honorário do Rio de Janeiro devido aos serviços prestados à cultura da cidade. Em 1992, após 30 anos de docência, se aposentou como professor titular da EM. Dois anos mais tarde, recebeu o título de Professor Emérito da UFRJ. Faleceu em 2002.

 

Concertos UFRJ são apresentados por André Cardoso, docente da Escola de Música (EM) e regente titular da Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ). As edições do programa podem ser acompanhadas on line ou por meio do podcast (áudio sob demanda) da Roquette Pinto (FM 94,1). Contatos através do endereço eletrônico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais