Orquestra Juvenil

Orquestra Juvenil

Institucional >> Conjunto Estáveis

Em funcionamento desde 1995...

A Orquestra Juvenil da UFRJ foi criada pelo maestro André…

More...
Selo Fonográfico UFRJ/Música

Selo Fonográfico UFRJ/Música

Institucional >> Publicações

Conheça a produção fonográfica da Escola de Música

A produção fonográfica da Escola de Música remonta à época do LP quando a Orquestra Sinfônica gravou a Abertura em…

More...
Violões da UFRJ

Violões da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado ao violão brasieliro...

Formado em 2003 a partir…

More...
Coro Sinfônico da UFRJ

Coro Sinfônico da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado às grandes obras corais sinfônicas de todos os tempos...

Coro Sinfônico da UFRJ é…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Concertos UFRJ O violão de Pablo Marquez em “Concertos UFRJ”
O violão de Pablo Marquez em “Concertos UFRJ” PDF Imprimir E-mail
Recital do violonista argentino Pablo Marquez no festival “Violão: 30 anos na UFRJ”, gravado ao vivo no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música da UFRJ no dia 8 de outubro de 2010.
Escrito por SeTCOM   
Dom, 20 de Março de 2011 21:00

 

podcast

Ouça aqui o programa: 

Toda segunda-feira, às 22h, tem "Concertos UFRJ" na Roquette Pinto FM. Sintonize 94,1 ou acompanhe pela internet!

Programas anteriores podem ser encontrados na seção Concertos UFRJ.

Um especial com o violonista argentino Pablo Marquez é o convite da edição de Concertos UFRJ que foi ao ar em 21 de março. No programa, a gravação ao vivo do concerto que o músico ofereceu em outubro do ano passado durante o festival Violão na UFRJ: 30 anos que comemorou três décadas de atividades do bacharelado do instrumento na universidade – um dos primeiros do país.  Resultado de um convênio da UFRJ com a emissora, a série Concertos UFRJ é veiculada toda segunda-feira, às 22h, pela rádio Roquette Pinto, na sintonia 94,1 FM, e conta com a produção e apresentação de André Cardoso, docente da Escola de Música (EM) e regente titular da Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ).

 

Pablo Márquez é considerado um dos virtuoses mais versáteis do instrumento. Ganhou reconhecimento internacional em 1987, ao conquistar aos 20 anos de idade o primeiro prêmio em dois concursos internacionais de violão, o Concurso Villa-Lobos, no Rio de Janeiro e o Concurso da Radio France de Paris. O sucesso e os prêmios recebidos também nos Concursos de Genebra e Munique impulsionaram seu ingresso nos mais importantes centros musicais do mundo.

 

O músico recebeu sua formação em Salta com Graciela Lloveras e Eduardo Corces, e aperfeiçoou-se em Buenos Aires com Jorge Martínez Zárate e Eduardo Fernández. Estabeleceu-se na França para completar sua formação musical, estudando música antiga e regência. Ao longo de sua carreira apresentou-se em mais de 50 países, sendo aclamado em diversos teatros como Concertgebouw de Amsterdam, Cité de la Musique em Paris,  Toranomon Hall em Tokyo, Teatro Colón em Buenos Aires; e em grandes festivais como: Aix-en-Provence, Avignon, Musica de Estrasburgo, San Sebastián, Macao, tanto como solista como em colaboração com o Rosamunde Quartett (Anne Gastinel, Dino Saluzzi, Mario Caroli e Anja Lechner). Como solista apresentou-se com o Ensemble Intercontemporain, Orquestra da Rádio Bávara e Filarmónica da Radio França entre outras.

 

Marquez é membro fundador do AlmaViva Ensemble, dedicado a pesquisar e divulgar o repertório de música de câmara latino americano. Seu compromisso com a música contemporânea o levou a colaborar com grandes compositores como Luciano Berio, György Kurtág, Mauricio Kagel, e a estrear diversas obras de Oscar Strasnoy, Arthur Kampela, Zad Moultaka, Félix Ibarrondo, Fuminori Tanada, Ramón Lazkano, Javier Torres Maldonado. En 1995, Pierre Boulez o convidou para interpretar a Sequenza XI de Berio, em homenagem aos 70 anos do compositor italiano.

 

As gravações de Pablo Marquez receberam numerosas distinções como o Grand Prix du Disque da Academia Charles Cros, o Prêmio Amadeus, e o RTL d’Or. Suas gravações de obras de Narvaez foram designadas como melhor disco de música antiga pelo Neue Musik Zeitung na Alemanha e melhor CD de música clássica do ano pela revista Readings da Australia.

 

Pablo Márquez é professor da Academia de Música da Basilea, na Suiça.

 

O registro fotográfico dos concertos e recitais do festival Violão na UFRJ: 30 anos pode ser visto na galeria de imagens do site  e as edições do programa Concertos UFRJ podem ser acompanhadas on line ou por meio do podcast (áudio sob demanda) da Roquette Pinto (FM 94,1). Contatos através do endereço eletrônico:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .



Programação de Março

 

 Em razão da cobertura do desfile das escolas de samba a Rádio Roquette Pinto não transmitirá o programa Concertos UFRJ no dia 7 de março.


Programa 32 – Dia 14 de março – Grandes mestres da Escola de Música V: Arnaldo Estrella.


Série que dedica um programa por mês a um antigo mestre da Escola de Música. O quinto programa será dedicado a Arnaldo Estrella (1908-1980), pianista que foi um dos mais gabaritados intérpretes de Villa-Lobos e que se dedicou intensamente à música brasileira. Como professor formou várias gerações de importantes pianistas.

 

  1. Heitor VILLA-LOBOS – Guia Prático no 3 (O Pastorzinho, João Cambuête, A Freira, Garibaldi foi à Missa e O Pião).
  2. Heitor VILLA-LOBOS – Valsa “Tristorosa” (1910).
  3. Heitor VILLA-LOBOS – Valsa da Dor (1932).
  4. Francisco MIGNONE – Valsas Choro nos 8 e 11.
  5. Sigismund NEUKOMM – “Amor Brasileiro”.
  6. Brasílio ITIBERÊ – “A sertaneja” .
  7. Leopoldo MIGUEZ – Noturno op. 10
  8. Alberto NEPOMUCENO – “Galhofeira”, último número das Quatro Peças Líricas op. 13.
  9. Heitor VILLA-LOBOS – Choros no. 5 “Alma Brasileira”.

 

Programa 33 – Dia 21 de março – Especial Pablo Marquez.


Recital do violonista argentino Pablo Marquez no festival “Violão: 30 anos na UFRJ”, gravado ao vivo no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música da UFRJ no dia 8 de outubro de 2010.

 

  1. J. S. BACH - Suite BWV 1001: Adágio, Fuga, Siciliano e Presto.
  2. Franz SCHUBERT – Seis canções (transcrição de Mertz): “Lob der Thränen”, “Liebebotschaft”, “Aufenthalt”, “Das Fichermädchen”, “Ständchen” e “Die Post”.
  3. Alberto GINASTERA – Sonata para violão em quatro movimentos: Preludio, Canto, Scherzo e Finale.
  4. Cuchi LEGUIZAMON – El silbador (Zamba).

 

Programa 34 – Dia 28 de março – Ópera “La serva padrona” de Giovanni Batista PERGOLESI


Composta pelo compositor italiano Giovanni Battista Pergolesi (1710-1736) a partir de libreto de autoria de Gennaro Maria Federico, foi estreada em 1733 no Teatro di San Bartolomeo, em Nápoles. Trata-se, na verdade, de uma obra musical dramática que, em rigor, não é uma ópera. La Serva Padrona é classificada como um intermezzo, ou seja, um tipo de espetáculo que era executado nos intervalos das óperas sérias. A gravação que ouviremos traz a soprano Maddalena Bonifaccio no papel de Serpina, o barítono Siegmund Niemsgern como Uberto. O conjunto instrumental é o Collegium Aureum.

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Seg, 14 de Maio de 2012 19:25
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO