Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Notícias >> Arquivo

Lançamento dia 13 de dezembro da experiência piloto...

Foto: Marco Fernandes/CoordCOM…

More...
Trio UFRJ

Trio UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Grande abrangência de repertório e atuação...

Reconhecendo afinidades de concepções musicais e técnicas,…

More...
Orquestra Juvenil

Orquestra Juvenil

Institucional >> Conjunto Estáveis

Em funcionamento desde 1995...

A Orquestra Juvenil da UFRJ foi criada pelo maestro André…

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
UFRJazz Ensemble

UFRJazz Ensemble

Institucional >> Conjunto Estáveis

Música instrumental brasileira, jazz contemporâneo e música de concerto...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Uma aula de UFRJazz PDF Imprimir E-mail
Veículo: Isso é Jazz   
Sex, 10 de Dezembro de 2010

Leia aqui matéria publicada no blog Isso é Jazz, em 11 de dezembeo de 2010, sobre o UFRJazz, conjundo da Escola de Música da UFRJ..

 

Uma aula de UFRJazz


ufrjazz-samuelÀ frente de 18 intérpretes extraordinários, o maestro e clarinetista José Rua rebobinou a história do jazz nas big bands e ilustrou o que nos contava musicalmente, desde os seminais spirituals americanos ("When the Saints go marching in", com arranjo de Dean Sorenson) até o repertório contemporâneo, em temas como "High maintenance", de Gordon Goodwin, e "Brooklin high", do brasileiro Nelson Faria.

"Jazz não é apenas uma palavra, é um som", disse Rua, enquanto recordava histórias como a de Glenn Miller, que sempre usava o trompete para os solos até que um dia o trompetista da sua orquestra faltou ao ensaio e ele improvisou, pedindo para o clarinetista fazer a parte do colega. "Foi assim que Glenn Miller descobriu o som que ele queria para a sua orquestra", sentenciou José Rua, antes de embocar ele mesmo a clarineta e tocar a célebre "Moonlight serenade", parceria de Miller com Mitchel Parish.

 

ufrjazz-todosOutros temas importantes como "April in Paris" (escrito por Vernon Duke, com arranjo de Bob Mintzer) e "Corner Pocket" (Freedie Green, arranjo de Ernir Wilkins) foram destrinchados pelos músicos da UFRJazz Ensemble na segunda noite da série. "Figura lendária, Count Basie usava poucas notas, mas usava muito bem. Era considerado o malandro do jazz. Count interpretava como ninguém esse clássico 'April in Paris'", contou Rua.

 
O público se animou já nos primeiros acordes dos temas de filmes, como "The Pink Panther" (de Henry Mancini, arranjo de Dave Wolpe) e "Mission impossible" (de Lalo Schifrin, interpretado nessa noite com arranjo de Roger Holmes). E José Rua aproveitou para lembrar como as big bands estão no imaginário da gente, através das trilhas de desenhos da Disney e dos clássicos do cinema. A UFRJazz apresentou um showzaço na segunda - e estrondosa - noite da série ISSO É JAZZ?, que vai até domingo na Caixa Cultural, com ingressos a R$ 10.

Por Monica Ramalho
Fotos Paula Monte

Compartilhe este artigo:

 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO