Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Notícias >> Arquivo

Lançamento dia 13 de dezembro da experiência piloto...

Foto: Marco Fernandes/CoordCOM…

More...
Coro Sinfônico da UFRJ

Coro Sinfônico da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado às grandes obras corais sinfônicas de todos os tempos...

Coro Sinfônico da UFRJ é…

More...
Biblioteca Alberto Nepomuceno

Biblioteca Alberto Nepomuceno

Institucional >> Biblioteca

Capítulo importante da música no País

A história da Biblioteca Alberto Nepomuceno é, com certeza, capítulo importante da própria história da música no Brasil. Francisco Manuel da…

More...
Concertos UFRJ

Concertos UFRJ

Toda segunda, às 22h, temos encontro marcado na FM 94,1

More...
Selo Fonográfico UFRJ/Música

Selo Fonográfico UFRJ/Música

Institucional >> Publicações

Conheça a produção fonográfica da Escola de Música

A produção fonográfica da Escola de Música remonta à época do LP quando a Orquestra Sinfônica gravou a Abertura em…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Outras notícias... Ópera de um menino feliz
Ópera de um menino feliz PDF Imprimir E-mail
Escrito por José Mauro. B. Albino   
Qua, 13 de Setembro de 2017 15:35

Com macaquinhos no sótão, fogo no rabo e pernas enormes para abraçar o mundo, O Menino Maluquinho, genial criação do mestre Ziraldo, sobe de novo ao palco para contar suas divertidas histórias em forma de ópera, agora em uma montagem inédita no Rio de Janeiro realizada pelaCom estreia no dia 10 de outubro, serão realizadas cinco récitas gratuitas no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música, sendo duas exclusivas para alunos de escolas públicas e particulares (10 e 11, às 14h30) e três abertas ao público em geral (10, às 18h30; 12 e 14, às 16h). Com elenco formado por 10 cantores do conjunto vocal Brasil Ensemble e 50 crianças do Coral Infantil da UFRJ, e orquestra de câmara composta por instrumentos de sopros e percussão, a ópera tem direção geral de Maria José Chevitarese, direção cênica de José Henrique Moreira e regência de Ernani Aguiar e Kaique Stumpf.

  Arte: Fernanda Estevam
 
   
  Récitas para alunos de escolas públicas e particulares: 10 e 11, às 14h30. Récitas abertas ao público em geral: 10, às 18h30; 12 e 14, às 16h.

 

Com estreia no dia 10 de outubro, serão realizadas cinco récitas gratuitas no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música, sendo duas exclusivas para alunos de escolas públicas e particulares (10 e 11, às 14h30) e três abertas ao público em geral (10, às 18h30; 12 e 14, às 16h). Com elenco formado por 10 cantores do conjunto vocal Brasil Ensemble e 50 crianças do Coral Infantil da UFRJ, e orquestra de câmara composta por instrumentos de sopros e percussão, a ópera tem direção geral de Maria José Chevitarese, direção cênica de José Henrique Moreira e regência de Ernani Aguiar e Kaique Stumpf.

Lançado em 1980 na Bienal do Livro de São Paulo, O Menino Maluquinho transformou-se em um grande sucesso editorial, vendendo mais de três milhões de exemplares e sendo traduzido para vários idiomas. Completando 37 anos, o livro virou história em quadrinhos, peça de teatro, filme, série de TV e ópera. Conhecido por suas travessuras e pela panela na cabeça, o menino que tem "o olho maior do que a barriga e vento nos pés", que é sabido e um amigão, vai liderar sua turma em muitas brincadeiras e confusão no palco, abrindo para o público de todas as idades as portas de um mundo mágico de canto, música instrumental, muita movimentação cênica, cenário, figurinos e luz. É a ópera de um menino feliz.

Originalmente escrita em inglês com o título de Crazy Boy, esta versão é cantada em português, em um ato dividido em dez cenas, com 50 minutos de duração. Escrever uma música para a infância era um dos maiores desejos do compositor Calimério Soares. Com base na obra-prima de Ziraldo, musicalmente decidiu justapor recursos tonais e atonais numa mistura de estilos, combinando-os com elementos eletroacústicos, escrevendo a ópera para vozes solistas e coro de crianças.

Sempre na semana do Dia das Crianças, esta é a oitava ópera do projeto A Escola vai à Ópera a ser realizada no Salão Leopoldo Miguez, que já recebeu mais de dez mil alunos da rede pública e particular de ensino. Como a ópera é um gênero artístico com pouca programação e de acesso ainda elitizado, o projeto possibilita que crianças, jovens e adultos de todas as classes sociais tenham a oportunidade de conhecer e se emocionar com a beleza e riqueza artística de um espetáculo operístico, formando novas plateias e estimulando o potencial artístico de crianças e jovens. 

 

estrela SERVIÇO
Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música.Rua do Passeio, 98, Lapa - Rio de Janeiro - RJ. CEP: 20.021-290. Telefone: (21) 2240-1441.

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qua, 13 de Setembro de 2017 15:58
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO