Orquestra Juvenil

Orquestra Juvenil

Institucional >> Conjunto Estáveis

Em funcionamento desde 1995...

A Orquestra Juvenil da UFRJ foi criada pelo maestro André…

More...
Violões da UFRJ

Violões da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado ao violão brasieliro...

Formado em 2003 a partir…

More...
Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Concertos UFRJ

Concertos UFRJ

Toda segunda, às 22h, temos encontro marcado na FM 94,1

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
Coral Infantil da UFRJ

Coral Infantil da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1989, celeiro de grandes talentos...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Outras notícias... Simpósio Internacional discute obra de Pe. José Maurício
Simpósio Internacional discute obra de Pe. José Maurício PDF Imprimir E-mail
Escrito por Francisco Conte   
Seg, 28 de Agosto de 2017 19:16

Reunindo especialistas de universidades portuguesas e brasileiras acontece dias 22 e 23 de setembro, no Real Gabinete Português de Leitura (RGPL) e na Escola de Música (EM), o Simpósio Pe. José Maurício Nunes Garcia: 250 anos. O objetivo do encontro é oferecer um espaço de debates acadêmicos sobre a figura e obra do Padre Mestre, fazer umaavalização crítica de seu papel na história da música luso-brasileira e divulgar o resultado das últimas pesquisas sobre o tema.

 

  Foto: Reprodução
  inauguracaravelasx600
  Em pé, da esq. para dir., Pauxy Nunes, coordenador do PPGM, David Cranmer, Alberto Pacheco, e pesquisadores, na inauguração do Pólo Caravelas Brasil, em 2016.

A data não poderia ser mais emblemática, pois José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) nasceu em 22 de setembro de 1767, filho de um alfaiate e uma lavadeira, ambos negros forros. Compositor sacro, mulato e padre, a atuação como mestre de capela da Sé do Rio de Janeiro, da Capela Real, sob D. João VI de Portugal, e da Capela Imperial, sob D. Pedro I do Brasil, o tornou uma das personalidades mais influentes no cenário musical luso-brasileiro dos oitocentos. Apesar de ordenado, viveu com Severiana Rosa de Castro, com que teve seis filhos, um dos quais, pintou o único retrato conhecido do compositor. A obra do mauriciana não tem apenas valor histórico. Ela continua ser apreciada, interpretada, gravada e editada até nossos dias.

Além do Real Gabinete, o encontro conta também com o apoio da Academia Brasileira de Música (ABM). A programação completa e atualizada pode ser consultada na página do evento.

 

  Reprodução
  jmngarciax300
  Pe. José Maurício Nunes Garcia. Retrato a óleo pintado por seu filho, José Maurício Nunes Garcia Júnior. Acervo da EM.

Caravelas


O Simpósio é uma realização do Grupo de Pesquisa Pólo Caravelas Brasil, do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ (PPGM), em parceria com o Caravelas – Núcleo de Estudos da História da Música Luso-Brasileira, da Universidade Nova de Lisboa (UNL). Em sua organização estão previstas conferências, mesas redondas e apresentações de comunicação. A programação musical destaca dois concertos comemorativos, com a participação da Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ), regência de Ernani Aguiar; o Coral Sacra Vox, regência Valéria Matos; e o coro Pro Arte, regência Carlos Alberto Figueiredo.

O Núcleo, que integra o Centro de Pesquisa de Sociologia e Estética Musical sediado na universidade lisboeta, foi criado em 2008 pelos pesquisadores David Cranmer (UNL) e Alberto Pacheco (PPGM), este à época fazendo pós-doutorado em Portugal.

O Pólo brasileiro é um desdobramento da experiência portuguesa, informa o professor Pacheco, líder do grupo brasileiro e coordenador geral do Seminário.

- O objetivo do Caravelas sempre foi contribuir para estreitar os laços entre a musicologia brasileira e portuguesa. Com esse intuito, tem mantido um importante site, organizado um série de congressos, publicações e intercâmbios, além de apoiar outras tantas iniciativas. Com minha volta para a UFRJ, no ano passado, surgiu a oportunidade do Caravelas ter uma base institucional oficial no Brasil. Hoje o Pólo é um grupo de pesquisa reconhecido pelo PPGM e cadastrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).


Musicologia luso-brasileira


Segundo o pesquisador há enorme interesse pela obra de Nunes Garcia entre os musicólogos portugueses.

- Está bastante claro, afirma, que não é possível contar adequadamente a história da música em Portugal sem levar em conta as relações com o Brasil. Personagens importantes como o Mestre de Capela José Maurício são hoje objeto de grande atenção por parte de investigadores daquele país, ainda mais devido a forma produtiva como atuou durante a estada da Corte no Rio. O olhar mais adequado sobre o compositor e sua obra será sempre, creio, o de uma musicologia luso-brasileira.


Corte de verbas


Pacheco lamenta o corte de verbas que comprometeu a presença de conferencistas e palestrantes estrangeiros.

- Reflexo da atual política do governo federal, apesar do evento ter sido muito bem avaliado pelo CNPq, não foi liberado qualquer recurso para sua realização. Com isso alguns convidados tiveram que cancelar a participação. Apesar disso, está confirmada a vinda do professor David Cranmer, especialmente para o evento.

Entre os pesquisadores que já asseguraram presença então Ana Guiomar Rêgo Souza (UFG), André Cardoso (UFRJ), Carlos Alberto Figueiredo (UNIRIO), Diósnio Machado Neto (USP), Guilherme Goldberg (UFPel), Lutero Rodrigues (UNESP), Márcio Páscoa (UEA) e Mário Trilha (UEA).

A ideia é disponibilizar o mais rápido possível os resultados do Simpósio.

- Pretendemos, afirma Pacheco, publicar as Atas ou um livro de ensaios a partir dos trabalhos apresentados. A obra reunirá boa parte das pesquisas recentes sobre Pe. José Maurício e, certamente, se tornará uma referência no campo.

 

 Programação Provisória

 

Sexta-feira, 22 de setembro, Real Gabinete Português de Leitura
9:00 – 9:30 – Inscrições e recepção. 
 9:30 – 10:00 – Abertura com a presença de Prof. Dr. David Cranmer (Investigador Responsável pelo Núcleo Caravelas), Prof. Dr. Pauxy Gentil-Nunes (Coordenador do PPGM-UFRJ), Prof.a Dr.a Maria José Chevitarese (Diretora da Escola de Música), Prof. Dr. André Cardoso (Presidente da Academia Brasileira de Música, e Prof. Dr. Alberto Pacheco (Líder do Pólo Caravelas Brasil e Coordenador Geral do Evento).
 10:00 – 11:00 – Conferência (moderador: Diósnio Machado Neto)
O Catálogo Temático das obras de José Maurício Nunes Garcia: da necessidade de sua revisão e atualização por Carlos Alberto Figueiredo
11:00 - 11:15 - Intervalo para o café

11:15 – 12:45 – 1ª Mesa de convidados (moderador: Mário Trilha): José Maurício et cetera: uma questão de papéis por David Cranmer
- Análise e escolhas interpretativas de obras selecionadas de José Maurício Nunes Garcia do período de 1809 a 1813 por Márcio Leonel Farias Reis Páscoa
- A música ocasional e o Pe. José Maurício Nunes Garcia: música e poder na nova Capital do Império por Alberto Pacheco

 12:45 – 14:00 – Almoço
14:00 – 15:30 –1ª Mesa de comunicações (Moderador: Guilherme Goldberg):
- A importância do compositor José Maurício Nunes Garcia para o cenário musical Brasileiro por Kelly Nogueira Marques & Eliana Purcino dos Santos
- Acordes da Exclusão: Produção e Recepção da Música Europeia na Obra de Padre José Maurício Nunes Garcia por Gyovana de Castro Carneiro
- As edições para Órgão do Kyrie da Missa em Si bemol (CPM 102) de José Maurício Nunes Garcia: uma visão crítica por Sandro Gomes Matias & Edmundo Pacheco Hora
 15:30 – 17:00 – 22ª Mesa de convidados (Moderador: André Guerra Cota)
- Pe. José Maurício: a individualidade de suas soluções prosódicas por Lutero Rodrigues
- .... e jazerá em jardim florido: usos tópicos na representação do marianismo em José Maurício por Diósnio Machado Neto
- O Método de Pianoforte do Padre José Maurício Nunes Garcia por Mário Marques Trilha
 18:30 – 20:00 – Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música da UFRJ
Concerto Comemorativo em colaboração com a "Série Música Sacra de Todos os Tempos"
Com a participação do coral Sacra Vox sob regência da Prof.a Valéria Matos, David John Cranmer (órgão) e Mário Marques Trilha (piano).
 Sábado, 23 de setembro, Escola de Música da UFRJ

 10:00 – 11:30 - 2ª Mesa de comunicações (Moderador: Ana Guiomar Rego Sousa)
- Análise da instrumentação e orquestração da Missa de Santa Cecília de José Maurício Nunes Garcia, por Inez Beatriz de Castro Martins Gonçalves
- As aberturas, elogios dramáticos e peças de circunstância do Pe. José Maurício Nunes Garcia: abordagem crítica de suas fontes – libretos e manuscritos musicais por Sérgio Dias
- O nascimento da monodia e a modinha colonial brasileira: comparando a utilização da Dissonância no Barroco italiano e na obra do Padre José Maurício Nunes Garcia por Pedro Razzante Vaccari

 11:30 – 12:30 – Conferência (Moderador: David Cranmer)
Um balanço da bibliografia mauriciana e das primeiras edições de suas composições por André Cardoso.
 12:30 - 13:30 - Almoço
 13:30– 15:00 –3ª Mesa de convidados (Moderador: Carlos Alberto Figueiredo):
- Elementos para uma história das fontes e estemas na obra mauriciana por André Guerra Cota
- A Espetacularização das Pompas Fúnebres no Século XIX no Brasil: O Requiem de José Maurício Nunes Garcia por Ana Guiomar Rego Sousa
- José Maurício Nunes Garcia e a música Brasileira por Guilherme Goldberg
 15:00 – 16:00 - Espaço aberto para debate final e encerramento pelo Prof. Dr. Alberto Pacheco e Prof. Dr. David Cranmer
16:00 – 17:00 – Foyer da Escola de Música
Concerto Final com o Coro José Maurício Nunes Garcia
Direção musical de Bruno Tadeu
Comissão Científica e Conferencistas Convidados: Alberto Pacheco (UFRJ), Ana Guiomar Rêgo Souza (UFG), André Cardoso (UFRJ), Carlos Alberto Figueiredo (UNIRIO), David Cranmer (CESEM, UNL, Portugal), Diósnio Machado Neto (USP), Guilherme Goldberg (UFPel), Luís Alves (Turicum, Suíça), Lutero Rodrigues (UNESP), Márcio Páscoa (UEA), Mário Trilha (UEA).
Comissão executiva: Alberto Pacheco, David Cranmer, Suely Campos,Ruthe Pocebon (Mestranda da PPGM, UFRJ), Bolsistas do Departamento Vocal UFRJ.

 

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Dom, 17 de Setembro de 2017 11:22
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO