Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Série Talentos UFRJ

Série Talentos UFRJ

Institucional >> Séries Temáticas

Divulgando a pluralidade da produção artística da Escola de Música

Foi criada em…

More...
Orquestra Juvenil

Orquestra Juvenil

Institucional >> Conjunto Estáveis

Em funcionamento desde 1995...

A Orquestra Juvenil da UFRJ foi criada pelo maestro André…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
UFRJazz Ensemble

UFRJazz Ensemble

Institucional >> Conjunto Estáveis

Música instrumental brasileira, jazz contemporâneo e música de concerto...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Coro Sinfônico da UFRJ

Coro Sinfônico da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado às grandes obras corais sinfônicas de todos os tempos...

Coro Sinfônico da UFRJ é…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Notícias Gerais Série Talentos marca presença em julho
Série Talentos marca presença em julho PDF Imprimir E-mail
Escrito por Francisco Conte   
Qui, 29 de Junho de 2017 10:13

Garantia de boa música, a Série Talentos UFRJ programou duas apresentações para o mês de julho. Sempre às 18h30, na Sala da Congregação, e com entrada franca.

 

  Fotos::Divulgação
 
  Duo Pitaya: Eleonora  Fortunato e Maria Di Cavalcanti.
  Foto::Divulgação
 
  Átila de Paula, cravista.

Dia 05, o Duo Pitaya, formado por Eleonora Fortunato, violoncelista da Orquestra Petrobrás Sinfônica e da Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ), e pela pianista e docente Maria Di Cavalcanti, executa obras de George Gershwin, Adrian Barbet, Gijs Andriessen, Maurice Whitney, Joseph Makholm e Liduino Pitombeira. O duo foi criado como parte da pesquisa de mestrado profissional da violoncelista e dedica-se a obras contemporâneas influenciadas pela música popular e pelo jazz.

Já no dia 12, o cravista Átila de Paula, da classe do professor Marcelo Fagerlande, apresenta peças de François Couperin, Jean-Henry D'Anglebert, Domenico Scarlatti, William Byrd e Johann Sebastian Bach

A Série Talentos, criada em 2007, privilegia o repertório de câmara e oferece uma programação diversificada, abrangendo períodos e estilos diversos. O objetivo, oferecer oportunidades para seus jovens músicos e promover a interação da Escola com um público mais amplo. Sob a coordenação de Suely Franco a iniciativa é uma realização do Setor Artístico.


Músicos

 

Eleonora Fortunato Rodrigues é violoncelista da Orquestra Petrobrás Sinfônica e da Orquestra da UFRJ e professora de violoncelo. Bacharel em violoncelo pela UNICAMP e em Licenciatura pela Escola de Artes Aplicadas, na classe do exímio professor Miguel Rocha ( Portugal), atualmente cursa o Mestrado PROMUS, com o projeto "Cello sem fronteiras". Em 2005 solou o "Concerto Tríplice" de Beethoven, com Andrea Moniz (violino) e Andrés Roig (piano) no Festival de Inverno de Petrópolis, Dell'art, tendo masterclass com Kurt Masur. Participou de uma turnê de recitais em Salvador, Recife, Fortaleza e Aracaju no projeto "Jovens Solistas fazem Câmera", também pela Dell'Árt. Atuou ainda como spalla nas seguintes orquestras: Orquestra Sinfônica de Jundiaí, Orquestra Experimental de Repertório e Camerata Philarmonia. Participou da Orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, da Camerata Solos e do Grupo Música Nova. Com o duo Laranjeiras-Icaraí, ao lado do violonista e compositor Rubens Tubenschlak, ganhou o prêmio Funarte de concertos didáticos. Recentemente solou o Concerto para violoncelo, opus 53, de Liduino Pitombeira, sob regência de Ernani Aguiar, junto á Orquestra da Universidade Federal do Rio de Janeiro, realizado na Sala Leopoldo Miguez. Nora Fortunato é também escritora, autora do livro "O chão é o ar", Editora Patuá (2015), e possui poemas publicados na revista francesa Action Poétique, com a antologia "Poètes du Brésil aujourd´hui", no blog de poesias Asescolhasafectivas, na revista Mallarmargens e na revista Escriptonita ( Ed. Patuá).

Maria Di Cavalcanti é doutora e mestre em piano performance pela Louisiana State University (EUA), onde estudou piano com Michael Gurt, pedagogia do piano com Victoria Johnson e composição com Dinos Constantinides. Nos Estados Unidos, como pianista e cravista, integrou diversos grupos de câmara, foi pianista da Louisiana Symphony Orchestra. Em 1997 recebeu bolsa dp instituto alemão Deutscher Musikrat para estudar com o pianista e compositor Ernst Ueckermann, na Hochschule für Musik, em Würzburg, Alemanha. Anteriormente a essa formação, foi aluna do renomado pianista, regente e compositor argentino José Alberto Kaplan. Estudou cravo em cursos e festivais do Brasil, tendo como professores renomados cravistas como Jacques Ogg, Rosana Lanzelotte e Edmundo Hora. Como professora de piano e pianista lecionou em cursos de graduação e extensão dos Estados Unidos e do Brasil. Atualmente é professora de piano da Escola de Música da UFRJ.

Átila de Paula (Cravo). Integra a classe de Marcelo Fagerlande na Escola Superior de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem atuação frequente junto à Orquestra de Câmara do Amazonas e à Amazonas Filarmônica, bem como em diversas edições do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora, onde recebeu orientações de cravistas de renome internacional, dentre eles Benjamin Alard, François Guerrier e Claudio Ribeiro. Como músico solista e de câmara já se apresentou com conjuntos como O Discurso Harmônico, Petrobrás Sinfônica, Orquestra Barroca da UNIRIO, Bratschissimo, em turnê com a Orquestra de Câmara do Amazonas na 2ª edição do projeto "Música na Estrada" (2012) e junto aos solistas do Centre de Musique Baroque de Versailles. Em 2014 foi selecionado como bolsista para integrar a classe de Kristian Nyquist (Instrumentos de Teclado Históricos) na Hochschule für Musik Karlsruhe, Alemanha.

 

 

DUO PITAYA 
5 de julho de 2017

George Gershwin – Prelúdios I e II


Adrian Barbet – Guardia Vieja


Adrian Barbet – Cerca Tuyo


Adrian Barbet – Latinado


Gijs Andriessen – Crescente


Gijs Andriessen – Piena


Maurice Whitney – Rumba


Joseph Makholm – Mainstream Tune


Joseph Makholm – Plaintive Blues


Liduino Pitombeira – Sonata para Violoncelo e Piano No.2
1. Imagens
2. Ritual
3. Choro


Liduino Pitombeira – Seresta No.1
1.Lamento
2.Choro

* * *


Átila de Paula, cravo
12 de julho de 2017

Mélange de Piéces Francaises

François Couperin (1668 – 1733) – Piéces de Clavecin, Septiéme Ordre.
I. La Menetou
LES PETITS ÂGES
II. La Muse Naissante
III. L'Enfantine
IV. L'Adolescente

Jean-Henry D'Anglebert (1629 – 1691) – Piéces de Clavecin, Transcriptions de Msr. Lully
V. Passacaille d'Armide

Domenico Scarlatti (1685 – 1757)
Três Sonatas
I. Cantabile K. 308
II. Allegro K. 309
III. Allegro K. 115

William Byrd (c.1543 – 1623)
The Bells, ground para teclado, MB 38

Johann Sebastian Bach (1685 – 1750)
Partita II em dó menor BWV 826
I. Sinfonia
II. Allemande
III. Courante
IV. Sarabande
V. Rondeaux
VI. Capriccio

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qui, 06 de Julho de 2017 10:09
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO