Galeria de Imagens

Galeria de Imagens

Fotos e imagens dos eventos da Escola de Música...

More...
UFRJazz Ensemble

UFRJazz Ensemble

Institucional >> Conjunto Estáveis

Música instrumental brasileira, jazz contemporâneo e música de concerto...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Concertos UFRJ

Concertos UFRJ

Toda segunda, às 22h, temos encontro marcado na FM 94,1

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Notícias Destaques Viva La Mamma será encenada na 20ª edição do Projeto Ópera na UFRJ
Viva La Mamma será encenada na 20ª edição do Projeto Ópera na UFRJ PDF Imprimir E-mail
Escrito por Meri Toledo Fraga   
Seg, 22 de Maio de 2017 00:00
Na 20ª edição do Projeto Ópera na UFRJ, criado e desenvolvido há 23 anos na Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a ópera escolhida para ser encenada é Le Convenienze ed inconvenienze teatralli ou Viva La Mamma, de Gaetano Donizetti.

 

  Foto::Divulgação
  Ensaio
   

Com Direção Geral da professora Andrea Adour, libreto traduzido pelo maestro Ernani Aguiar, que junto ao maestro André Cardoso assumem a Direção Artística, Le Convenienze ed inconvenienze teatralli ou Viva La Mamma, financiada pela Política Cultural Artística e de Difusão Científico-Cultural desta Universidade - PROART, pela FAPERJ e pela Pró-Reitoria de Extensão da UFRJ, será apresentada em nove récitas durante os meses de junho e julho de 2017, segundo Fabricia Cristina Araújo de Souza Medeiros que com André Garcez e José Mauro Albino formam a Equipe de Produção desta montagem.

Durante o mês de junho serão realizadas 4 récitas na Escola de Música e uma no Auditório do Centro de Tecnologia da UFRJ, na Ilha do Fundão. Em julho serão apresentadas 3 récitas, no Teatro Municipal de Niterói e uma no Theatro Dom Pedro , em Petrópolis.

As récitas do mês de junho serão realizadas com a Orquestra Sinfônica da UFRJ e terão como regente o aluno do Curso de Mestrado Profissional em Música da Escola de Música da UFRJ – PROMUS-, Ubiratã Rodrigues, que nesta ópera tem o maestro Ernani Aguiar como seu orientador de Prática Orquestral e também a orientação da regente Maria José Chevitarese, sua orientadora acadêmica no projeto de mestrado.

Devido ao cronograma das atividades da Orquestra Sinfônica da UFRJ, no mês de julho, as récitas serão realizadas com o pianista Gustavo Ballesteros.

Em acordo a Andrea Adour a decisão de ambientar a história que Le Convenienze ed inconvenienze teatralli ou Viva La Mamma conta em meados do século XIX, no Brasil, demandou um longo período de pesquisa. E ainda segundo ela, além da dificuldade de formar o elenco de cantores, já que o enredo desta ópera se desenvolve com 10 personagens, esta montagem exigiu também que fossem feitas algumas adaptações na melodia e na harmonia, pelo fato de não disporem de vozes masculinas graves em número suficiente àquele que constitui a ópera.

Dificuldade e adaptações que em seu entendimento foram superadas em razão do conhecimento deste gênero musical e da proposta político-pedagógica com que os docentes envolvidos fundamentaram as etapas da produção desta ópera.

Explicou Andrea Adour que diferente do procedimento didático utilizado nas edições anteriores do Projeto Ópera na UFRJ, quando, então, os docentes elaboravam as concepções da direção cênica, da direção musical, cenografia, figurino e os discentes da Escola de Música, da Escola de Belas Artes e da Escola de Comunicação executavam os projetos em acordo as respectivas concepções, na ópera Le Convenienze ed inconvenienze teatralli ou Viva La Mamma todos os conceitos são de autoria do quadro discente composto por alunos dos Cursos de Graduação, Licenciatura, Programa de Pós-graduação e Curso de Mestrado Profissional.

Assim é que sob a Orientação do docente José Henrique Moreira, a Direção Cênica está sob a responsabilidade do discente Daniel Salgado, que tem como Diretores Assistentes Diana Maron, Luiz Buarque e Conrado Cerqueira, enquanto a Direção Musical possui como Diretores Assistentes Diana Maron, Carlos Völker-Fecher e como regente, o já mencionado, Ubiratã Rodrigues.

Com Orientação da docente Andrea Renck, as alunas Lívia Charret, Caroline Amaral e Mirian Guilarducci se responsabilizam pela Cenografia, e, pelo Figurino respondem BidiBujnowski, Henrique Guimarães, Alessandra Moraes, Luna Vicente e Maria Luisa Marques, com orientação da docente Desiree Bastos.

No que diz respeito a este projeto político – pedagógico que coloca em prática as concepções dos alunos na montagem de Le Convenienze ed inconvenienze teatralli ou Viva La Mamma, Andrea Adour ponderou que mesmo trazendo novos desafios, no que se relaciona à decisão e preparação do repertório, das tessituras vocais, do figurino, da cenografia, das direções cênica e musical, ela se vale da certeza de que a formação dos alunos será muito mais enriquecedora.

 

 

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Seg, 22 de Maio de 2017 21:27
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO