Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Institucional >> Conjunto Estáveis

Criada em 1924 é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Biblioteca Alberto Nepomuceno

Biblioteca Alberto Nepomuceno

Institucional >> Biblioteca

Capítulo importante da música no País

A história da Biblioteca Alberto Nepomuceno é, com certeza, capítulo importante da própria história da música no Brasil. Francisco Manuel da…

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
Selo Fonográfico UFRJ/Música

Selo Fonográfico UFRJ/Música

Institucional >> Publicações

Conheça a produção fonográfica da Escola de Música

A produção fonográfica da Escola de Música remonta à época do LP quando a Orquestra Sinfônica gravou a Abertura em…

More...
Série Talentos UFRJ

Série Talentos UFRJ

Institucional >> Séries Temáticas

Divulgando a pluralidade da produção artística da Escola de Música

Foi criada em…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Outras notícias... Concerto da OSUFRJ no Municipal celebra 71 anos da ABM
Concerto da OSUFRJ no Municipal celebra 71 anos da ABM PDF Imprimir E-mail
Escrito por Francisco Conte   
Ter, 05 de Julho de 2016 14:00
A Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ), sob a batuta do maestro Roberto Duarte, se apresenta nesta segunda-feira (11) no Theatro Municipal, a mais importante sala de concertos da cidade. Marcado para as 20h, o espetáculo integra as comemorações dos 71 anos da Academia Brasileira de Música (ABM). No programa, obras de dois compositores brasileiros emblemáticos – Antônio Carlos Gomes, nosso mais importante compositor de ópera do séc. XIX, e Heitor Villa-Lobos, responsável pelo desenvolvimento de uma linguagem musical marcadamente brasileira e expoente do modernismo. Paulo Santoro será o solista e o concerto conta com a participação do Coro Sinfônico da UFRJ. Ingressos a preços acessíveis.

  Foto: Divulgação
 
   
  Paulo-cred.-Alexandre-Chaves-1-547x440
  Acima, o maestro Roberto Duarte. Abaixo, o violoncelista Paulo Santoro.

A ABM, a instituição homenageada, foi criada por Villa-Lobos, em 1945, nos moldes da Academia Francesa. Ela reúne quarenta acadêmicos, personalidades de destaque no meio musical brasileiro nas áreas da composição musical, da interpretação, da musicologia e da educação musical. Dois anos depois da fundação, decreto a tornou órgão técnico-consultivo do governo federal.

A Abertura Il Guarany de Carlos Gomes, inicia o programa. O compositor, que foi aluno do Conservatório Imperial de Música, origem da atual Escola de Música da UFRJ (EM), nasceu em 11 de julho de 1836 – há exatos 180 anos, portanto, da data do concerto.

Tendo como solista o violoncelista Paulo Santoro, a OSUFRJ interpreta em seguida o Concerto no 2 para violoncelo e orquestra, obra em que Villa-Lobos, já no final da vida, mescla elementos do folclore brasileiro com a música popular, como o samba, choro e bossa-nova.

O programa do concerto é composto ainda pelo apoteótico Choros 10 para coro e orquestra, também chamado de Rasga o Coração, no qual participam as mais de 100 vozes do Coro Sinfônico da UFRJ; Verde Velhice e Suíte no 2 para orquestra de câmara. Todas, peças de Villa-Lobos.


Orquestra


A OSUFRJ é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro e tem sua origem na Primeira República quando o Instituto Nacional de Música (INM), herdeiro do antigo Conservatório fundado por Francisco Manuel da Silva (1795-1865) em 1848, era a única instituição federal de ensino musical do país. Sob a denominação de Orquestra do Instituto Nacional de Música foi organizada em 1924. Em 1937 o INM foi incorporado à Universidade do Brasil e a orquestra passou a se chamar Orquestra da Escola Nacional de Música. A partir de 1998,o conjunto passou a ter a direção dos maestros Ernani Aguiar e André Cardoso. Uma de suas principais características, desde sua fundação, é a valorização da produção musical brasileira de todos os tempos, já tendo executado mais de uma centena de obras em estreia mundial.


Regente


Natural do Rio de Janeiro, Roberto Duarte realizou sua formação musical na Escola de Música da UFRJ, como discípulo de Francisco Mignone, José Siqueira e Eleazar de Carvalho. Fundou e dirigiu por muitos anos o Coro e a Orquestra de Câmara de Niterói. Laureado com o Prêmio Sergei Koussevitzky no Concurso Internacional Villa-Lobos em 1975, iniciou sua carreira internacional como regente convidado de orquestras como a Tonhalle de Zurique, a Filarmonia Hungárica, a Suisse Romande, a Orquestra Georges Enescu, a Sinfônica Eslovaca, a Orquestra Bruckner de Linz, a Orquestra de Câmara de Moscou e várias outras. A partir de 1991 gravou uma série de CDs com obras de Villa-Lobos dirigindo a Slovak Radio Symphony Orchestra (Bratislava), lançados em todo o mundo pelo selo Marco Polo.

Duarte desenvolve um trabalho permanente de divulgação da música brasileira, sendo responsável por mais de uma centena de primeiras audições e pela revisão da obra orquestral de Villa-Lobos. Recebeu da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) o prêmio de "Melhor Regente do Ano" de 1994 e 1997. É membro da ABM para a qual coordenou o trabalho de revisão e republicação de mais de vinte obras orquestrais no projeto "Villa-Lobos Digital". Para a Fundação Nacional de Artes (Funarte) realizou a revisão e editoração das óperas Il Guarany e Lo Schiavo de Carlos Gomes.

Em 1996 recebeu do Governo Brasileiro o Prêmio Nacional da Música, como regente e, em 2001, o Prêmio Carlos Gomes por sua atuação no campo da ópera. Foi professor durante 27 anos na Escola de Música da UFRJ, além de dar cursos em vários estados brasileiros e em países como Chile, Grécia, Suiça e Itália. Durante 14 anos ministrou aulas de regência no Corso Internazionale di Polifonia Latino Mediterrânea, em Molfetta na Italia. Roberto Duarte foi regente titular e diretor artístico da OSUFRJ (1981-1994), da Orquestra Sinfônica do Paraná (1998-1999) e da Orquestra Unisinos, no Rio Grande do Sul (2003-2005).


Solista


Um dos mais destacados violoncelistas brasileiros, Paulo Santoro é professor de violoncelo do Conservatório Brasileiro de Música e membro da Orquestra Sinfônica Brasileira. Bacharel em violoncelo pela UFRJ, onde atuou como professor de música de câmara, é Mestre em Práticas Interpretativas pela UNIRIO.

Estudou na Indiana University School of Music com os professores Emilio Colón, Tsuyoshi Tsutsumi e Janos Starker. Fez parte da Indiana University Philharmonic Orchestra e da Indiana University Concert Orchestra sob a regência dos maestros Kurt Masur e Mstislav Rostropovitch entre outros. Participou ainda do Indiana University Cello Ensemble.

Já apresentou-se em recitais por todo o Brasil e em países como África do Sul, Paraguai, Bolívia, Alemanha, Suíça e Estados Unidos, além de ter tocado como solista de várias orquestras, dentre as quais a Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, Orquestra Sinfônica da Paraíba e Orquestra Filarmônica do Espírito Santo.

Em 2010 foi o vencedor do XIII Prêmio Carlos Gomes na categoria conjunto de câmara por concertos com a série de 17 quartetos de Villa-Lobos. Foi agraciado ainda com o prestigiado prêmio Rumos Itaú Cultural na edição 2007-2009, lançando um DVD de sua apresentação ao vivo em São Paulo. Com o prestigiado Duo Santoro, já se apresentou no famoso Carnegie Hall de Nova York e, em 2013, lançou o CD "Bem Brasileiro", obtendo excelente aceitação do público e da crítica especializada.

estrela SERVIÇO
Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n, Centro – Rio de Janeiro. Tel.: 21 2332-9191. Ingressos: R$ 20 (plateia, balcão nobre, balcão superior e galeria), com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos.

 

 CONCERTO COMEMORATIVO DOS 71 ANOS DA ACADEMIA BRASILEIRA DE MÚSICA

ORQUESTRA SINFÔNICA DA UFRJ
CORO SINFÔNICO DA UFRJ

11 JULHO ÀS 20H
Roberto Duarte, regente
Paulo Santoro, violoncelo

Programa

Antônio CARLOS GOMES
Abertura Il Guarany

Heitor VILLA-LOBOS
Verde Velhice

Heitor VILLA-LOBOS
Concerto para violoncelo nº 2
Allegro non troppo
Molto andante cantabile
Scherzo: Vivace
Solista: Paulo Santoro

Heitor VILLA-LOBOS
Suite nº 2 para orquestra de câmara

Heitor VILLA-LOBOS
Choros nº 10, "Rasga o Coração"



Orquestra Sinfônica da UFRJ
Regente: Roberto Duarte

Violoncelo: Paulo Santoro
Diretor artístico: Ernani Aguiar

Violinos I – Adonhiran Reis (spalla), Felipe Damico, André Bukowitz, Angélica Alves, Talita Vieira, Ewerton Cândido, Her Agapito, Mariana Machado, Fábio Peixoto e Ricardo Coimbra.
Violinos II – Felipe Prazeres, Iago Pereira, Mauro Rufino, Ana Catto, Kelly Davis, Amanda Tavares, Sônia Katz, Sara Cesário, Inah Pena e Israel Pessoa.
Violas – Ivan Zandonade, Carlos Eduardo dos Santos, Cecília Mendes, Denis Rangel, Francisco Pestana, Erick das Neves, Jessé Pereira e Carlos Eduardo Tavares.
Violoncelos – Ricardo Santoro, Eleonora Fortunato, Mateus Ceccato, Murillo Gandine, Diogo Moura, Liana Meirelles e Márzia Miglietta.
Contrabaixos – Saulo Melo, Larissa Coutrim, Voila Marques e Tarcísio Silva
Piccolo – Thaís Alves Bacellar
Flautas – José Victor Fragoso e Danilo Klem
Oboés – Juliana Bravim e Pierre Descaves
Corne Inglês – Thiago Neves

Clarinetas – Lucas Ferreira e José Guilherme Palha
Saxofone – Jessé Jr.
Fagotes – Paulo Andrade e Bruno de Souza Peçanha
Contrafagote – Mauro Ávila
Trompas – Tiago Carneiro, Lívia Rangel, Mateus Lisboa e Wilton Barbosa
Trompetes – Anderson Medeiros, Alex Ferreira e Luan Ferreira
Trombones – Weslley Correa, Quenonias Ribeiro e Vinicius Silva
Tuba – Leonardo Siqueira
Harpa – Amanda Rizzotto, Gabriel Vieira e Lucas Onei
Piano e celesta – Matheus Marques Constante
Tímpanos – Pedro Moita
Percussão – Edgar Araújo, Fausto Maniçoba e Marcos Nero

Direção de produção – Vanessa Rocha
Coordenação de palco – Paula Buscácio
Monitoria – Felipe Damico

 

* * *

 

Coro Sinfônico da UFRJ
Regente Preparador do Coro: Ana Claudia Reis, Maria José Chevitarese, Silvio Viegas e Valéria Matos

Sopranos – Aline Talon Dias de Oliveira, Amanda Gonzalez Vilhena, Ana Claudia Silva de Oliveira, Áquila Santos Simões, Bruna Batista Pinto, Bruna Soares Figueiredo, Célia Regina Koury, Crislaine Hildebrand Netto , Elaine Guedes de Barros, Isabela Cristina de Freitas Campos, Isabela da Silva Oliveira, Jaqueline Resende, Joyce Emmanuele Bello, Joyce Kelly Dias da Costa, Juliana Sampaio, Liana Meirelles Paes, Luisa Carolina Kurtz, Maria Guerk, Maria Luísa Chagas Ferreira, Maria Luísa de Melo Tonácio, Mariana de Araújo Gomes, Marileia Damasceno Teixeira, Miriã Valeriano, Priscila dos Santos Bastos, Rafaela de Camargo, Rafaela Leonardo Theodoro, Renata Cardoso Vianna, Samanta Neris Ramos, Silviane Paiva de Noronha, Tatiana Nogueira Carlos.

Contraltos – Ágatha Lopes Vieira, Amanda Feitosa, Anne Caroline de Oliveira, Anne Karolyne Barbosa Lima, Carla Angelica Gomes Antunes, Dayane Bettebeder de Abreu, Débora da Silva Tinoco, Débora Deziderio Souto, Elaine Cristina Francisco da Silva, Francielle Idala Dias, Hebert Augusto Campos, Helena Lopes Giachini, Iunes Valladares, Janice Santos de Lima, Kássia Martins Lima, Liduina Maria Correia Rosa, Maria Vitória Borges, Marina Toledo, Monica Kuhl, Susan Silva Cruz, Valeria Garcia Soares, Vanessa dos Santos Oliveira, Vivian Fróes Ferrão.

Tenores – Alan dos Santos Orlandi, Anderson Bruno de Azevedo, André Gomes Novaes, Bruno dos Anjos Pimentel, Caio Ferreira da Silva, Calebe do Carmo Pereira, Carlos Eduardo Dias Barcelos, Carlos Henrique do Nascimento, Douglas França Soares da Silva, Edmundo Vitor Cardoso Filho, Eduardo de Oliveira Burgos, Eduardo Vianna de Almeida Jr., Enoque Elias Muratore, Gabriel Barbieri, Gabriel Ferreira Maués, Gibran Oswaldino Moraes, Gilberto Figueiredo da Silva, Guilherme Moreira da Silva, Iago Cirino dos Santos, João Paulo Gabriel da Silveira, João Paulo Santiago, João Vicente Ribeiro Marinho, Juliano Ribeiro Pereira, Leonardo Nunes de Oliveira, Leonardo Oliveira da Silva, Marcos Nero da Silva Junior, Marcus Gerhard de Araújo, Mario Chagas, Matheus de Souza Pessôa, Matheus Henrique do Nascimento, Pedro Henrique Severiano, Robson Lemos, Saulo Lucas Pereira, Zangerolame Tabosa.

Baixos – Alexandre Vargas Da Silva, André Felipe Pamplona, Antonio Henrique, Arthur Fabris Rendelli, Átila de Paula Fonseca, Bruno Ferrão , Claudio Pereira de Souza, Daniel Fernandes Pires, Diogo Moura de Souza, Eduardo dos Santos Trindade, Eduardo Gutterres, Eduardo Machado Campos, Emerson de Oliveira Mendes, Felipe de Souza Marques, Felipe Nunes Naim, Francisco de Salvo Carriço, Gabriel Giacomini Moura, Gabriel Oliveira da Silva, Gabriel Sampaio Rocha, Gilmar Nascimento Garantizado, Guilherme Brandão Alves, Hugo Farias de Sousa, Irapuan Ramos Santos, Isaías Rosa da Silva, Jaime Ninice de Moraes Júnior, Jonathan Dias da Costa, Kaique Costa Stumpf, Leon Hansen do Nascimento, Leonardo dos Santos Soares, Leonardo Samu, Lucas de França, Lucas de Mello Ribeiro, Lucas Nascimento da Conceição, Luís Augusto Pinto Benevente, Luis Cláudio Teixeira do Nascimento, Marcelo Carvalho Pannain, Marcelo Coelho Pereira Junior, Marlon Yuri de Jesus Ferreira, Mathias Kormaksson, Maurício Pinheiro Reis, Noan Santos de Almeida, Pedro Lopes Rangel Caiado Sodré, Rafael do Nascimento Silva, Rafael Duarte Ruiz Costa, Ricardo de Almeida Gonçalves, Thomaz Guimarães Baldow, Ulisses Areias de Paiva César, Vicente dos Santos Miranda, Victor Hugo da Silva Rego, Victor Hugo Rosa Ribeiro, Vinícius Passos Carvalho Pereira.

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Sex, 08 de Julho de 2016 12:51
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO