Selo Fonográfico UFRJ/Música

Selo Fonográfico UFRJ/Música

Institucional >> Publicações

Conheça a produção fonográfica da Escola de Música

A produção fonográfica da Escola de Música remonta à época do LP quando a Orquestra Sinfônica gravou a Abertura em…

More...
Orquestra de Sopros

Orquestra de Sopros

Institucional >> Conjunto Estáveis

Formada por alunos da disciplina Prática de Orquestra...

Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Cras aliquam, ante quis convallis semper, nunc…

More...
Trio UFRJ

Trio UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Grande abrangência de repertório e atuação...

Reconhecendo afinidades de concepções musicais e técnicas,…

More...
Coro Sinfônico da UFRJ

Coro Sinfônico da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado às grandes obras corais sinfônicas de todos os tempos...

Coro Sinfônico da UFRJ é…

More...
Biblioteca Alberto Nepomuceno

Biblioteca Alberto Nepomuceno

Institucional >> Biblioteca

Capítulo importante da música no País

A história da Biblioteca Alberto Nepomuceno é, com certeza, capítulo importante da própria história da música no Brasil. Francisco Manuel da…

More...
Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Institucional >> Conjunto Estáveis

Criada em 1924 é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Outras notícias... EM consolida parceria com o Theatro Municipal
EM consolida parceria com o Theatro Municipal PDF Imprimir E-mail
Escrito por Meri Toledo Fraga   
Seg, 30 de Maio de 2016 15:34
A A solicitação da diretora da Escola de Música da UFRJ, Maria José Chevitarese, para que a Orquestra Sinfônica da UFRJ passasse a utilizar a sala de ensaios da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em razão do Prédio de Aulas da Escola, ainda se encontrar em fase de restauração, deu origem a uma parceria entre as duas instituições.

Para a Escola de Música, a parceria de caráter didático e artística resolveu de imediato a questão de ocupações de espaços que, já há algum tempo, alterava de forma negativa as atividades de ensino das disciplinas de Música de Conjunto e Canto Coral e as atividades pertinentes às exigências dos distintos Cursos de Graduação e Licenciatura.

Melhor explicitando: uma vez materializada a parceria entre as duas instituições, a Orquestra de Sopros que, com o início dos trabalhos de restauração do Prédio de Aulas , se viu obrigada a deslocar seus ensaios da Sala 21 para a Sala Henrique Oswald, pôde passar a fazê-los no Salão Leopoldo Miguez.

Com essa transferência dos ensaios da Orquestra de Sopros da Sala Henrique Oswald para o Salão Leopoldo Miguez, os corais da Escola de Música puderam voltar a ensaiar na Sala Henrique Oswald e, desta forma, a Sala da Congregação foi liberada para que professores e alunos voltassem a realizar nela as provas, os recitais de conclusão de cursos e os concertos.

Como contrapartida, a Orquestra Sinfônica da UFRJ, sem deixar de cumprir a programação da temporada anual da Escola, se colocou à disposição para participações de eventos da temporada artística do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, em especial na Série Domingo no Municipal e também nas produções da Academia de Ópera Bidú Saião, instituída pelo teatro em 2015.

A consolidação da parceria que resultou nas citadas soluções de ocupações de espaços na Escola de Música teve por data inicial o dia 5 de abril deste ano de 2016, quando a Orquestra Sinfônica da UFRJ passou a fazer seus ensaios no Theatro Municipal. E teve sua ilustração didática e artística efetuada, no dia 8 de maio, quando na Série Domingo no Municipal, com a regência do Maestro Ernani Aguiar, o aluno de bacharelado Thierry de Lucas atuou como solista, no Concerto para Violinos, de Mendelssohn.

Na continuidade da parceria, ainda neste mês de maio de 2016, a Orquestra Sinfônica da UFRJ participou nos dias 13 e 15 da Ópera Serse, de Haendel, espetáculo que inaugurou as produções da Academia de Ópera Bidú Sayão.

A ópera teve como regente da Orquestra Sinfônica da UFRJ, Priscila Bomfim, aluna do bacharelado em Regência Orquestral da Escola de Música da UFRJ e maestrina preparadora da Academia de Ópera Bidú Sayão que, junto aos cantores solistas, muitos deles alunos e ex-alunos da Escola de Música da UFRJ, tem sob sua responsabilidade na academia o trabalho de orientar os jovens solistas com relação à parte musical das obras em estudo. Ou seja, com profundidade, estuda com eles a partitura, desde a tradução do texto, o seu significado no contexto, a adequação do canto ao estilo musical, a relação com a orquestra e a direção do maestro, entre outras particularidades que podem ser extraídas de uma partitura.

Priscila explicou que no momento da montagem de um espetáculo, o preparo vocal, cênico e musical caminham juntos e por tal razão, como não poderia deixar de ser, na Ópera Serse, ela pôde contar com o trabalho de toda equipe da Academia de Ópera Bidú Sayão. Isto é, com trabalho do tenor Eduardo Alvares, que é o coordenador da Academia, com o do bailarino João Wlamir que é o responsável pela preparação cênica e expressão corporal e com o trabalho de Bruno Furlanetto, chefe da Divisão de Ópera, responsável pelos estudos de história da ópera.

E acrescentou que por se tratar de uma ópera barroca, a Ópera Serse exigiu de todos um grande preparo musical, por apresentar diversos desafios de caráter vocal, interpretativo e estilístico, tais como ornamentos, coloraturas, criação de cadências e interpretação dos recitativos.

Ainda sobre o trabalho de produção desta ópera, na qualidade de regente da Orquestra Sinfônica da UFRJ, que ela define composta por profissionais de alto nível, a este delicado e cuidadoso trabalho de maestrina preparadora, Priscila Bomfim fez também os ensaios da orquestra, sob supervisão do maestro Ernani Aguiar, que é seu professor de regência na Escola de Música.

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qua, 15 de Junho de 2016 19:14
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO