Série Talentos UFRJ

Série Talentos UFRJ

Institucional >> Séries Temáticas

Divulgando a pluralidade da produção artística da Escola de Música

Foi criada em…

More...
UFRJazz Ensemble

UFRJazz Ensemble

Institucional >> Conjunto Estáveis

Música instrumental brasileira, jazz contemporâneo e música de concerto...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Biblioteca Alberto Nepomuceno

Biblioteca Alberto Nepomuceno

Institucional >> Biblioteca

Capítulo importante da música no País

A história da Biblioteca Alberto Nepomuceno é, com certeza, capítulo importante da própria história da música no Brasil. Francisco Manuel da…

More...
Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Os Concertos Virtuais UFRJ estão no ar

Notícias >> Arquivo

Lançamento dia 13 de dezembro da experiência piloto...

Foto: Marco Fernandes/CoordCOM…

More...
Brasil Ensemble - UFRJ

Brasil Ensemble - UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Mais de uma década se apresentando em importantes salas de concertos...

Criado em outubro de 1999, o conjunto vocal Brasil…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Escola de Música na Imprensa Ópera cômica revisita um Rio Pré Bossa Nova
Ópera cômica revisita um Rio Pré Bossa Nova PDF Imprimir E-mail
Veículo: O Globo   
Sáb, 27 de Setembro de 2014

Matéria pubicada em O Globo (27/08/2014) sobre estrea da ópera "O Diletante", de João Gilherme Ripper, na Escola de Música.

 

 

oglobo20140927   Ópera cômica revisita um Rio Pré Bossa Nova

'O diletante', de João Gillherme Ripper faz récitas gratuitas hoje e amanhã na UFRJ.

Luiz Felipe Reis
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

É a segunda vez que o compositor r regente João Guilherme Ripper se inspira num clássico do teatro brasileiro para criar uma ópera. Se em 2003 ele compôs "O anjo negro", baseada em título homônimo de Nelson Rodrigues, agora ele apresenta "O diletante", inspirada em obra de Martins Pena, que estreou anteontem e fará apenas mais duas récitas com entrada franca, hoje (17h) e amanhã (11h), na Escola de Música da UFRJ. A direção cênica é de José Henrique Moreira, e André Cardoso dirige a Orquestra Sinfônica da UFRJ.
Em vez de contornos mais dramáticos, da peça mítica de Nelson, "O diletante" é a primeira incursão de Ripper na ópera cômica, e toma como base uma das mais divertidas criações de Pena, um dos ícones da comédia de costumes no Brasil.
̶ Nelson traz um apelo mítico que sugere um ambiente mais operístico, já Pena, não – diz Ripper – Mas há algo em comum nesses trabalhos. Para adaptar uma peça para um libreto é preciso buscar o ritmo correto para cada fala. A fala depende da música.
Ripper assina a música e o libreto da montagem, que transpõe para o Rio dos anos 1950, em especial a Copacabana pré bossa nova.
̶ Reapresento a trama neste contesto porque é um momento que marca o nascimento da bossa nova no Rio ̶ diz Ripper. ̶ Ao mesmo tempo, há um Brasil que começa a se descobrir. Essa transposição de espaço e tempo abriu também a possibilidade de usar alguns elementos estéticos e harmônicos que remetem àquele movimento, aos arranjos de Tom Jobim, e contrastá-los com a estrutura da ópera italiana.
"O diletante" é uma homenagem ao próprio universo da ópera, e gira em torno de um rico comerciante, amante de óperas, que faz tudo para casar sua filha com um expert do gênero. O original de Pena carrega, com humor, boas doses de crítica social, focada num comportamento elitista que bajula modismos estrangeiros.

GETÚLIO À VISTA
Composta por encomenda da Escola de Música da UFRJ, esta é a quinta ópera de Ripper. Em 2000, ele criou "Domitila", logo estreou "O anjo negro" (2003), e em 2012, "Piedade". Em maio deste ano apresentou "Ohheama", que estreou no XVIII Festival Amazonas de Ópera.
̶ A próxima ópera será sobre Getúlio Vargas. A ideia é estrear em 2015, com regência de Isaac Karabtchevsky.

"O DILETANTE"
Onde: Escola de Música da UFRJ – Rua do Passeio 98, Centro (2262-8742)
Quando: Hoje, às 17h, e amanhã, às 16h.
Quanto: Gratuito
Classificação: Livre.

Foto
Crédito: Divulgação/Ana Liao
Legenda: Tributo. Inspirada em peça de Martins Pena, obra é uma homenagem à ópera.

Compartilhe este artigo:

 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO