Galeria de Imagens

Galeria de Imagens

Fotos e imagens dos eventos da Escola de Música...

More...
Orquestra Juvenil

Orquestra Juvenil

Institucional >> Conjunto Estáveis

Em funcionamento desde 1995...

A Orquestra Juvenil da UFRJ foi criada pelo maestro André…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Biblioteca Alberto Nepomuceno

Biblioteca Alberto Nepomuceno

Institucional >> Biblioteca

Capítulo importante da música no País

A história da Biblioteca Alberto Nepomuceno é, com certeza, capítulo importante da própria história da música no Brasil. Francisco Manuel da…

More...
Violões da UFRJ

Violões da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado ao violão brasieliro...

Formado em 2003 a partir…

More...
Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Institucional >> Conjunto Estáveis

Criada em 1924 é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Concertos UFRJ Concertos UFRJ: música brasileira pela Capella Bydgostiensis
Concertos UFRJ: música brasileira pela Capella Bydgostiensis PDF Imprimir E-mail
Escrito por SeTCOM   
Seg, 28 de Abril de 2014 00:00

O programa Concertos UFRJ apresenta esta semana o CD Classical Music from Brazil lançado em 2013 pelo selo Dux Records. O disco reúne, sob a regência do maestro brasileiro José Maria Florêncio, obras de cinco compositores brasileiros interpretadas pela orquestra de cordas polonesa Capella Bydgostiensis.

 

 

 

podcast

Ouça aqui o programa: 

 
 
Toda segunda-feira, às 22h, tem "Concertos UFRJ" na Roquette Pinto FM. Sintonize 94,1 ou acompanhe pela internet!
Programas anteriores podem ser encontrados na seção Concertos UFRJ.
   

Integram o CD Suíte Antiga, op. 11, e a Serenata, de Alberto Nepomuceno; Quatro momentos No 3, Ernani Aguiar; Desafio III para Violino e Orquestra de Cordas, op. 31/3, de Marlos Nobre; Suíte Nordestina para cordas, de Ernest Mahle; e Três Paisagens Brasileiras para Violino e Orquestra de Cordas, de Beetholven Cunha. Um bom apanhado da música brasileira escrita para a formação.


O maestro...


Nascido em Fortaleza, Ceará, o maestro José Maria Florêncio é naturalizado e radicado na Polônia, onde desenvolve carreira há mais de 20 anos. Ali, esteve à frente do Grande Teatro da Ópera de Lodz, foi diretor musical da Ópera Estatal de Wroclaw, diretor geral e artístico do Coro e da Orquestra Sinfônica da Rádio e Televisão da Cracóvia, regente titular do Teatro Wielkide de Varsóvia e diretor musical da Ópera Nacional de Poznan.


Atualmente, além de diretor musical da Orquestra Capella Bydgostiensis, é diretor artístico e musical da Ópera Báltica de Gdansk, além de atuar como maestro convidado pela Europa e América. Sua trajetória internacional inclui participação na abertura das olimpíadas culturais em Barcelona, quando comandou a estreia mundial da ópera Tides and Waves. Foi também regente do concerto em memória aos 50 anos do holocausto judeu em Varsóvia, com a Cantata Holocaust, e dirigiu a estreia mundial da ópera Electra, de Mikis Theodorakis, no Teatro Municipal de Luxemburgo. Também recebeu o prêmio Zlota Lodka, pelo melhor espetáculo teatral dos anos 1992 e 1993 na Polônia.


No Brasil, sua batuta já regeu orquestras do Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Belo Horizonte, Brasília e São Paulo, onde atualmente é o titular da Orquestra Sinfônica Municipal.


De origem humilde Florêncio iniciou a educação musical em sua cidade natal, no centro de formação de instrumentistas de cordas do Sesi, sob a orientação de Alberto Jaffé. "Mesmo tendo completado minha educação musical com os melhores professores do país, no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e em São Paulo, além de ter estudado nos Estados Unidos, na Áustria e na Polônia, o que ocorreu no Ceará me transformou no que sou até hoje", reconhece o maestro em entrevista. E acrescenta: "O mérito desse e de outros professores foi o de acreditar que filhos de operários também poderiam e deveriam ter acesso a esses sublimes segredos da humanidade".


Afinal, como costuma afirmar, "a música, acima de qualquer outra atividade, é capaz de mudar as pessoas. Aqueles que se apaixonam e a levam a sério não terão tempo para erros sociais e as drogas."


... e a orquestra

 

capellabydgostiensis700


A Orquestra Capella Bydgostiensis é considerada uma das principais orquestras de câmara da Polônia.


Ela tem se apresentado nas mais importantes salas de toda a Europa, como Palácio Real de Varsóvia e Filharmonia Narodowa (Varsóvia – Polônia), Conservatório P. Czajkowskiego (Moscou–Rússia), Schauspielhaus (Berlin – Alemanha), Schloss Mirabell (Salzburgo – Aústria), Placio Real (Estocolmo- Suécia), El Escorial (Espanha) e Salão da Radio Holandesa (Utrecht-Holanda), entre outras.


Famosos maestros já comandaram o grupo, dentre eles: Stanisław Gałoński, Włodzimierz Szymański, Karol Teutsch, Daniel Stabrawa e Mirosław Jacek Błaszczyk.


Quanto à discografia, o grupo possui inúmeras gravações para selos da Polônia, Holanda, Espanha e para programas de rádios e TVs europeias.

 

***

 

As edições do programa Concertos UFRJ podem ser acompanhadas on line ou por meio do podcast (áudio sob demanda) da Roquette Pinto (FM 94,1). Contatos através do endereço eletrônico: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

 

 

cdcapellabydgostiensis

 

Classical Music from Brazil


Capella Bydgostiensis
Jose Maria Junior Florêncio, regente

 

1. Suite Antiga, op. 11, Alberto Nepomuceno
Minuetto. Allegro con spirito, 3:11
Andante expressivo, 4:47
Rigaudon. Allegro con brio, 4:40

 

2. Quatro momentos No 3, Ernani Aguiar
Tempo de Maracatu, 1:39
Tempo de Cabocolinhos, 1:49
Canto. Lento, 2:23
Marcha, 1:35

 

3. Desafio III para Violino 3 Orquestra de Cordas, op. 31/3, Marlos Nobre

Cadenza. Calmo e rubato, 1:44
Desafio. Vivo, 4:55

 

4. Suite Nordestina para cordas, Ernest Mahle
Allegro moderato, 6:06
Andante, 5:03
Vivo, 3:30

 

5. Três Paisagens Brasileiras para Violino e Orquestra de Cordas, Beetholven Cunha
Balandê - Baião. Quase andante, 4:01
Maracatus. Gingado como maracatú Naçâo - Como maracatú Rural, 3:50
Aboio. Coco de Embolada. Com sentimento, 4:32

 

6. Serenata, Alberto Nepomuceno, 4:50

 

 

 

 

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qua, 30 de Abril de 2014 12:03
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2018 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO