UFRJazz Ensemble

UFRJazz Ensemble

Institucional >> Conjunto Estáveis

Música instrumental brasileira, jazz contemporâneo e música de concerto...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Trio UFRJ

Trio UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Grande abrangência de repertório e atuação...

Reconhecendo afinidades de concepções musicais e técnicas,…

More...
Conjunto Sacra Vox

Conjunto Sacra Vox

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1998 divulgando o repertório sacro de todos os tempos...

O conjunto vocal de câmara Sacra Vox foi fundado…

More...
Coro Sinfônico da UFRJ

Coro Sinfônico da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Repertório dedicado às grandes obras corais sinfônicas de todos os tempos...

Coro Sinfônico da UFRJ é…

More...
Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ)

Institucional >> Conjunto Estáveis

Criada em 1924 é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Coral Infantil da UFRJ

Coral Infantil da UFRJ

Institucional >> Conjunto Estáveis

Desde 1989, celeiro de grandes talentos...

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque dui orci, faucibus non, semper sed, pulvinar quis, purus. Class aptent…

More...
Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Início Escola de Música na Imprensa Um professor do Rio que aprende junto à Ria
Um professor do Rio que aprende junto à Ria PDF Imprimir E-mail
Veículo: Diário de Aveiro   
Qua, 20 de Novembro de 2013

Matéria publicada no Diário de Aveiro (20/11/2013), sobre apresentação do violonista Paulo Pedrassoli, naquela cidade portuguesa. Pedrassoli, que é docente da Escola de Música, realiza o doutorado na Universidade de Aveiro.

 

jornaldeaveiro-2013-11-20

 

Um professor do Rio que aprende junto à Ria

 

Universidade. Paulo Pedrassoli é um músico e professor de guitarra que está a tirar o doutoramento em Aveiro e que vai regressar aos palcos em Dezembro

 

Adérito Esteves

 

Paulo Pedrassoli, de 47 anos, é um músico conceituado em terras de Vera Cruz, além de professor de guitarra na Universidade Federal do Rio de Janeiro, que se encontra em Avei­ro a tirar um doutoramento. À beira Ria encontrou a tranquilidade para tirar o seu doutoramento, que no Rio de Janeiro seria tarefa impossível pelas muitas solicitações que lhe eram feitas para espetáculos.

 

A iniciar o segundo ano do doutoramento, o músico brasileiro começou a sentir a saudade de se apresentar num palco e de ter o contacto com o público de que se alimentam os artistas. "Quando vim para Portugal não procurei logo oportunidades para me apresentar porque estava muito focado no doutoramento. O primeiro ano, com as disciplinas e muitos trabalhos para fazer, foi muito pesado, e não me deu essa possibilidade. Mas agora, começou a dar-me aquela agonia que todos os intérpretes sentem quando ficam muito tempo sem tocar, e que nos deixa um pouco incomodados", explica.

 

A forma que foi encontrando para matar essas saudades do palco foram algumas participações musicais em encontros literários que se têm realizado na Casa de S. Sebastião, onde terá possibilidade no início do próximo mês (ver caixa). A pouco tempo dessa apresentação, Paulo Pedrassoli diz estar "muito feliz com este retorno aos palcos. Espero que seja o início de uma rede de contatos que me permita ter mais oportunidades de me apresentar".

 

"Conquistador" encantado com as terras aveirenses

 

Já foi ao Brasil, obviamente. Praia e Bissau, talvez não, mas Paulo Pedrassoli pode gabar-se de já ter atuado nos cinco continentes. Países como Japão, Marrocos, Austrália, Estados Unidos da América ou a Índia, já se deleitaram com o dedilhar das cordas do "violão" de Paulo Pedrassoli, a quem foi aconselhada a vinda a Aveiro, por um amigo. " Eu e a minha esposa estávamos interessados em fazer um doutoramento fora do Brasil, e um amigo que foi aluno aqui deu-nos ótimas referências. Eu ainda não conhecia Aveiro, mas cheguei e encantei-me com a cidade, com as pessoas e com a qualidade de vida. E, mesmo já tendo feito as disciplinas de primeiro ano, não tenho interesse em mudar de cidade", conta.

 

Embaixador de Villa-Lobos

 

Uma pesquisa pelo nome de Paulo Pedrassoli leva-nos, invariavelmente, ao encontro daquele que é considerado por muitos como o maior compositor brasileiro: Heitor Villa-Lobos. O doutorando brasileiro sorri perante esta associação: "Este é um peso que carrego com muita alegria e prazer. Estamos a falar do maior compositor brasileiro, talvez o maior das Américas. Quando eu era mais jovem não tinha muita identificação com Villa-Lobos, e só quando passei a juventude é que descobri verdadeiramente a obra do autor. Em 1996 tive a oportunidade de gravar um disco com as obras integrais dele, que foi muito bem recebido pela crítica e pelo público, e esgotou muito rápido. E, a partir daí, é que minha ligação com Villa-Lobos foi mais aprofundada", esclarece.

 

Concerto marcado para 1 de Dezembro

 

O primeiro concerto de Paulo Pedrassoli, desde que se encontra em Aveiro, está marcado para o dia 1 de Dezembro. O guitarrista brasileiro vai apresentar-se na "Casa S. Sebastião", às 16:30 horas.

Isabel Ribeiro, organizadora do evento, garante que "para além da música de Paulo Pedrassoli, a sessão contará com a leitura de poesia brasileira, que vai ser declamada pelo ator Pedro Lamares, e que vai ser intercalada com a música e a dança. Queremos que seja um espetáculo que cruza várias vertentes das artes".

 

No alinhamento musical, para além de Villa-Lobos, o artista confidencia que "haverá um repertório muito variado, com prelúdio de Bach, e que passa por alguns compositores espanhóis, como Francisco Tárrega, ou Joaquim Rodrigo. Além disso, terá também um pouco de Augustin Barrios, que é um compositor paraguaio. O concerto foi montado para pessoas que gostem de música no geral", refere o artista.

 

Foto:

Créditos: Paulo Ramos
Legenda: Paulo Pedrassoli está em Aveiro há pouco mais de um ano e sente saudades de atuar.

 

Compartilhe este artigo:

Última atualização em Qui, 21 de Novembro de 2013 21:23
 
Banner
Produção artística Séries Temáticas Conjuntos estáveis Espaços culturais Biblioteca Museu Laboratórios Publicações e CDs EM na Imprensa Sites de Música Galeria de Imagens Registro Autoral

Powered by JoomlaGadgets

© 2010-2017 Escola de Música - UFRJ
Site desenvolvido pelo Setor de Comunicação da EM/UFRJ
TOPO