170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

André Cardoso (2007-2011 e 2011-2015)

img
Diretor André Cardoso
Periodo(s) 2007-2011 e 2011-2015
Biografia

Graduado em Regência pela Escola de Música da UFRJ, com Mestrado e Doutorado em Musicologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Com bolsa da Fundação Vitae fez seu aperfeiçoamento artístico na Argentina, na Universidade de Cuyo (Mendoza) e no Teatro Colón de Buenos Aires. Em 1994 venceu o Concurso Nacional de Regência da Orquestra Sinfônica Nacional, passando a atuar à frente das principais orquestras brasileiras. Na Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro foi maestro assistente da OSTM (2000-2007) e diretor artístico (2015-2016). Como pesquisador publicou inúmeros artigos e os livros "A música na Capela Real e Imperial do Rio de Janeiro" (ABM, 2005) e "A música na Corte de D. João VI" (Martins Fontes, 2008).


Em seus dois mandatos foram reformulados os currículos de Licenciatura e Bacharelado, com a criação os cursos de Cravo, Bandolim, Cavaquinho, Regências Coral, Orquestral e de Banda. Na pós-graduação foram criados o Mestrado Profissional e o Doutorado, além de retomada a publicação da Revista Brasileira de Música. Foram criados também vários eventos, como o Simpósio Internacional de Musicologia, os festivais de Música Antiga, Internacional de Violão, o Momento Rio Bandolim e a Série Talentos. O projeto Ópera na UFRJ foi retomado e ampliado, levando as produções líricas da Escola de Música para cidades como Niterói, Macaé, Campos e Petrópolis. Foi criado o programa Concertos UFRJ na Rádio Roquette Pinto FM (94.1 FM), através do qual foi veiculada a produção artística da Escola de Música.


No âmbito administrativo, investiu no setor de Registro Autoral, com a microfilmagem de todo o acervo, e na Biblioteca Alberto Nepomuceno, com a realização do primeiro inventário do setor de manuscritos e ampliação e digitalização do acervo. Reformou e modernizou o Órgão Tamburini e adquiriu novos instrumentos de sopro, percussão, harpas e pianos.


Na infraestrutura, reformou o palco, plateia e balcões do Salão Leopoldo Miguez e iniciou a reforma do pavilhão de aulas da Rua do Passeio. Ampliou significativamente o espaço acadêmico e administrativo com a instalação da Escola de Música em seu novo endereço na Av. Chile (Edifício Ventura). Atualmente é professor de regência e prática de orquestra e diretor artístico da Orquestra Sinfônica da UFRJ. É membro da Academia Brasileira de Música (cadeira no26), da qual presidente entre 2014 e 2018.

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais