170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

Semana do Cravo publica Anais

0
0
0
s2sdefault

A Semana do Cravo, que desde 2004 tem promovido o encontro de discentes, docentes e público em torno do instrumento, acaba de publicar a versão digital dos Anais da sua décima-quarta edição, realizada de 6 a 8 de novembro de 2017. Segundo o professor Marcelo Fagerlande, idealizador do projeto e desde o início seu coordenador, o objetivo da publicação “é contribuir de modo efetivo para as reflexões sobre o cravo e sua prática atual em nosso país”.

  Reprodução
  semanadocravo2016d
  Roberto de Regina (ao centro), homenageado em 2016, com Marcelo Fagerlande (à direita) e participantes do evento.

A Semana é uma iniciatica conjunta dos Programas de Pós-Graduação em Música (PPGM) e de Pós-Graduação Profissional em Música (PROMUS), e uma das suas práticas mais simpáticas é homenagear personalidades brasileiras e estrangeiras, que contribuíram significativamente para o desenvolvimento das atividades artísticas e didáticas do instrumento. Um rol que inclui nomes do quilate de Roberto de Regina, Huguette Dreyfus, Jacques Ogg e Helena Jank. 

Segundo Fagerlande, a edição dos Anais demonstra a diversidade de temas tratados − uma marca do evento, cujo foco tem sido a investigação e o resgate da história do cravo, sobretudo no Brasil, e aspectos da didática e da interpretação do instrumento.

– Iniciamos com textos sobre transcrição – com foco em José Maurício Nunes Garcia, Johann Sebastian Bach, François Couperin e Joseph Bodin de Boismortier. Seguimos com pesquisas sobre instrumentos musicais: um artigo sobre a importação no Rio de Janeiro, do período colonial ao final do primeiro reinado e uma comunicação sobre o cravo francês e o construtor Michael Mietke. A História também está presente, com um artigo sobre o cravo no Recife e o Movimento Armorial e outro sobre a flauta doce – instrumento tão familiar a todos os cravistas – e seus pioneiros em São Paulo e no Rio de Janeiro, no século XX. Finalmente, dois trabalhos apresentam reflexões sobre o cravo e as mudanças curriculares do bacharelado em instrumento na UFPE e sobre o ensino do instrumento no curso de extensão da Escola de Música da UFRJ.

Os interessados podem consultar os Anais, e baixa-los, a partir dos links no box a seguir.

capaanais14semanacravo  
Versão Digital  

Anais da XIV Semana do Cravo
ISBN 978-85-65537-14-8 (Publicado em 2018)

Coordenação
Marcelo Fagerlande

SUMÁRIO

Apresentação

Transcrições

Carlos Alberto Figueiredo
As transcrições de obras sacras de José Maurício Nunes Garcia: o Ingemisco do Requiem 1816 (Artigo)

Marcelo Fagerlande
Originais e transcrições: a liberdade de um repertório para dois cravos (Artigo)

Instrumentos

Erasmo Estrada
Mietke e o cravo Francês (Resumo)

Mayra Pereira
Evidências da importação de instrumentos musicais no Rio de Janeiro: do período colonial ao final do primeiro reinado (Artigo)

História

Patricia Michelini Aguilar
Os pioneiros da flauta doce em São Paulo e no Rio de Janeiro no século XX (Artigo)

Maria Aida Falcão Santos Barroso
O cravo no Recife e o Movimento Armorial (Artigo)

Ensino

Luciana Câmara Queiroz de Souza
O cravo e as mudanças curriculares do bacharelado em instrumento da UFPE (Artigo)

Clara Fernandes Albuquerque
Reflexões sobre o ensino de cravo no curso de extensão da Escola de Música da UFRJ (Artigo)

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais