170 ANOS FORMANDO MÚSICOS DE EXCELÊNCIA

OSUFRJ faz concerto na Sala Cecilia Meireles

0
0
0
s2sdefault

A Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ) se apresenta, dia 6 de setembro, às 20h, na Sala Cecilia Meireles em mais um concerto da temporada 2018. Sob a regência de Silvio Viegas, executa peças de Beethoven, Dvořák, Mendelssohn e Schubert.

    Henrique Pontual e Reprodução
  2018viegas   2018eweton
  O maestro Silvio Viegas (Esq.) com o solista Éwerton Cândido (Dir.).
   

O espetáculo, que integra a Série Sala Orquestras, conta ainda com Éwerton Cândido como solista do Romance para violino em Fá menor op.11, de Antonín Dvořák – obra que marca segundos vários críticos uma virada clássica na produção do compositor. Éwerton foi um dos vencedores da edição 2017 do concurso “Jovens Solistas da UFRJ”, o que lhe possibilitou atuar com a orquestra.

Regente e solista

Silvio Viegas estudou no Brasil e na Itália. É Mestre em regência pela Escola de Música da UFMG, tendo sido discípulo de Oiliam Lanna, Sergio Magnani e Roberto Duarte. Foi regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e professor da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. Como convidado, esteve à frente da Orquestra da Arena de Verona, Sinfônica de Roma, Sinfônica de Burgas, entre outras. Atualmente é o Regente Titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, do Palácio das Artes e professor da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Éwerton Cândido iniciou seus estudos em 2009 com a professora Andreia Carizzi. Em 2013 tornou-se integrante da Orquestra Jovem Paquetá, onde atuou como chefe de naipe. Em 2015 foi aprovado para Orquestra Sinfônica Cesgranrio, onde atuou no naipe de primeiros violinos. Foi chefe de naipe da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa e também da Academia Jovem Concertante. Participou de festivais internacionais, dentre eles o Festival internacional de Curitiba (2012), Belém (2015) Londrina (2016) Barra Mansa (2017, 2018) e Pelotas (2018).

SERVIÇO
Sala Cecilia Meireles. Largo da Lapa, 47. Centro, Rio de Janeiro. CEP. 20021-080. (21) 2332-9223 e (21) 2332-9224. Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo./sala. Ingressos (R$40) à venda na bilheteria ou através do site www.ingressorapido.com.br

ORQUESTRA SINFÔNICA DA UFRJ (OSUFRJ)
Silvio Viegas, regente
Éwerton Cândido, violino

Programa

Ludwig van Beethoven
Abertura Coriolano Op.62

Antonín Dvořák
Romance para Violino em Fá Menor, Op.11

Félix Mendelssohn
Abertura Mar calmo e Próspera Viagem, em Ré Maior Op.27

[INTERVALO]

Franz Schubert
Sinfonia No.3, em Ré maior D.200
-Adagio Maestoso – Allegro con brio
-Allegretto
-Menuetto (Vivace)
-Presto Vivace

A Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ) é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro, fundada em 1924. Diversos regentes com ela atuaram, entre eles os compositores Francisco Mignone, Oscar Lorenzo Fernandez e José Siqueira. As óperas passaram a fazer parte da temporada anual de concertos a partir de 1949. Em 1969, o maestro Raphael Baptista foi nomeado seu regente titular. Foi sucedido em 1979 pelo maestro Roberto Duarte, que esteve à frente do conjunto por mais de quinze anos. Desde 1998, está sob a direção artística dos maestros André Cardoso e Ernani Aguiar. Em 1997, realizou a gravação integral do Colombo de Carlos Gomes (1836-1896), que mereceu dois importantes prêmios: Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) de “Melhor CD de 1998” e Prêmio Sharp 1998 de “Melhor CD” na categoria música erudita. Suas funções acadêmicas visam o treinamento e a formação de novos profissionais de orquestra, solistas e regentes. Uma de suas principais características é a valorização da produção musical brasileira, já tendo executado mais de uma centena de obras em estreia mundial.

Correspondência

Escola de Música da UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

+55 21 2532-4649
gabinete@musica.ufrj.br

Redes sociais