OSUFRJ recria Carnaval Barroco em concerto no Theatro Municipal de Niterói

0
0
0
s2sdefault

A Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ), sob a regência de Felipe Prazeres, inaugura dia 16 de fevereiro, domingo, a sua temporada de concertos com uma viagem ao Carnaval do período Barroco, percorrendo o repertório então ouvido nas cidades de Paris e Veneza. Com ingresso a preços acessíveis, o espetáculo, que acontece às 17h, no Theatro Municipal de Niterói, reúne peças de Lully, Vivaldi e Händell, entre outros compositores.

  Eneraldo Carneiro
 

A  OSFRJ é a mais antiga orquestra do Rio de Janeiro, fundada em 1924. Diversos regentes com ela atuaram, entre eles os compositores Francisco Mignone, Oscar Lorenzo Fernandez e José Siqueira. As óperas passaram a fazer parte da temporada anual de concertos a partir de 1949.

Em 1969, o maestro Raphael Baptista foi nomeado seu regente titular. Foi sucedido em 1979 pelo maestro Roberto Duarte, que esteve à frente do conjunto por mais de quinze anos. Desde 1998, está sob a direção artística dos maestros André Cardoso e Ernani Aguiar. Em 1997, realizou a gravação integral do Colombo de Carlos Gomes (1836-1896), que mereceu dois importantes prêmios: Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) de “Melhor CD de 1998” e Prêmio Sharp 1998 de “Melhor CD” na categoria música erudita.

Suas funções acadêmicas visam o treinamento e a formação de novos profissionais de orquestra, solistas e regentes. Uma de suas principais características é a valorização da produção musical brasileira, já tendo executado mais de uma centena de obras em estreia mundial.

SERVIÇO
Theatro Municipal de Niterói. Rua Quinze de Novembro, 35 - Centro, Niterói - RJ, 24020-125. (21) 2722-1996. Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 16 de fevereiro, 17h. Ingressos na bilheteria a R$ 20 e R$ 10 (meia entrada)

 Theatro Municipal de Niterói
16 de fevereiro, domingo, 17h

Orquestra Sinfônica da UFRJ
Felipe Prazeres (regência)

Programa

Jean-Baptiste LULLY (1632-1687)
Ouverture Le carnaval (Mascarade Royale) LWV 36 (Ballet-mascarade sur un texte d’Isaac de Bensérade, dansé par le Roi au Louvre, le 18 janvier 1668)

André CAMPRA (1660-1744)
Le Carnaval de Venise (Paris, Salle du Palais-Royal da Académie Royale de Musique: 20/01/1699)
I- Overture
II- Passepied I e II

André Cardinal DESTOUCHES (1672-1749)
Abertura Le Carnaval et la Folie (Fontainebleau, 14/10/1703; Paris,  Académie Royale de Musique: 27/12/1703)

Antonio VIVALDI (1678-1741)
Sinfonia da ópera L’incoronazione di Dario RV719 (Dramma per musica da rappresentarsi nel Teatro di S. Angelo per opera terza nel carnevale dell’anno 1716)
I- Allegro
II- Andante
III- Presto

Antonio VIVALDI
Sinfonia da ópera L’Olimpiade RV725 (Dramma per musica di Pietro Metastasio poeta di s.m.c.c. fra gl'Arcadi Arttino Corasio da rappresentarsi nel Teatro di Sant'Angelo nel carnevale dell'anno 1734)
I- Allegro
II- Andante
III- Allegro

F. HÄNDEL (1685-1759)
Abertura Agrippina HWV6 (Venezia, Teatro Grimani di San Giovanni Grisostomo: 26/12/1709)

F. HÄNDEL
Concerto Grosso op.3 no4 em Fá maior HWV315 (1734)
I- Largo / Allegro / Largo
II- Andante
III- Allegro
IV- Minuetto (Allegro)

Johann Adolf HASSE (1699-1783)
Sinfonia da ópera Artaserse (Venezia, Teatro Grimani di San Giovanni Grisostomo: 11/02/1730)